segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Punição


Como tu és podre, cavaleiro...
Olhe para ti, chore
Chore o choro dos inocentes
Sinta a dor dos pecadores
Alimente o diabo quando
perder sua fé...

Como tu és fraco, cavaleiro...
Perca seus sonhos mais
íntimos
Veja seu amor com outro
Ajoelhe e se culpe
por isso todo dia...

Como tu desonras tudo, cavaleiro...
Não és digno desse amor
Não és o que ela procura
Chore. Chore seu tolo
Por que nunca terá o
que mais deseja...

Tolo cavaleiro... acha que tudo
que é importa?
Nada do que é significa algo...
Tudo que vc é,
pouco importa hoje em dia...
Pouco importa para ela.

Dói? ha...ha...ha
É o que merece...
Ousa ter um amor puro
ao lado...
Ousa ser digno de algo
impossível...
Ousa... ser tudo que
alguém gostaria de ter...

Caia cavaleiro...
Por que hoje em dia,
não existe cavaleiros...

Nenhum comentário:

Postar um comentário