terça-feira, 28 de setembro de 2010

Filmes...

Acabei de assistir dois filmes de suspense. O Encontro com o Passado (Ne te retourne pas )com a Sophie Marceau e a Monica Bellucci, bem legal o filme, mas não falarei nada dele aqui por que é legal e vale a pena ver. E o Enigmas de um Crime (The Oxford Murders) com John Hurt e Elijah Wood. Só fiquei surpreso por que quem foi meu suspeito desde o começo era realmente o assassino, quem organizou tudo. Gostei muito dos dois. Vale a pena se quiser ver.

Tirando isso continuo com o exercícios. Tô ficando bom... estou gostando. E isso é bom. Tirando a chuva... dia normal. E sem graça! Tirando aquela caixa da verdade que me faz rir direto. Tá foda ela!

Ah, estava me esquecendo. O Orkut fdp excluiu minha primeira conta aaaaaaaaaaaaaaaaa tinha ela desde 2006 e eles deletaram por achar que não uso. Deletaram todas minhas fotos de bobagem. Mais de 1500 fotos jogadas no lixo. Frustrante! E depois quase infarto de vez por que estava acusando o Twitter de ter sido excluído. Dai seria o dia perfeito hein... mas depois voltou ao normal e não perdi. Mas essa do orkut ficou entalado na garganta... fiquei puto da vida! Mas beleza... faço mais nada que tenha que me empenhar para continuar nessas porcarias... inferno!

Saudades do meu amor. Gostaria de estar perto dela para abraçar ela. Amo muito ela... e ela me deixa feliz demais... mesmo com todos os problemas que acontece!

domingo, 26 de setembro de 2010

Meu amor...

Eu sei que iremos nos encontrar um dia Tuany... te amo nenem... sempre!



Choro Com Um Sorriso


Choro com um sorriso, meu coração está sangrando
Confusa estou aqui sozinha
Por que há dor em um momento tão bonito?
Por que eu me sinto tão perdida, tão vazia?

Choro com um sorriso, meu coração está se recuperando
De uma dor que eu sabia que surgiria
Por que fico preso num momento profudamente triste?
Por que eu me sinto tão calma, tão serena?

Tome meu coração e liberte-o
Tome meu coração e dê a ele um tempo para se curar
Eu sei, nas minhas lembranças você vive
Pegue meu coração por um pouco de tempo
Leve-o com você pra onde for
Eu sei que nós iremos nos encontrar novamente um dia.

Choro com um sorriso, meu coração estava sonhando
Sobre um tempo que eu sabia que chegaria a um fim
Por que eu choro com uma lembrança tão bonita?
Por que eu me sinto tão ferida, tão sozinha?

Tome meu coração e liberte-o
Tome meu coração e dê a ele um tempo para se curar
Eu sei, nas minhas lembranças você vive
Pegue meu coração por um breve período de tempo
Leve-o com você pra onde você for
Eu sei nós iremos nos encontrar novamente um dia.

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Shakespeare

Há certas horas, em que não precisamos de um Amor...
Não precisamos da paixão desmedida...
Não queremos beijo na boca...
E nem corpos a se encontrar na maciez de uma cama...

Há certas horas, que só queremos a mão no ombro, o abraço apertado ou mesmo o estar ali, quietinho, ao lado...
Sem nada dizer...

Há certas horas, quando sentimos que estamos pra chorar, que desejamos uma presença amiga, a nos ouvir paciente, a brincar com a gente, a nos fazer sorrir...

Alguém que ria de nossas piadas sem graça...
Que ache nossas tristezas as maiores do mundo...
Que nos teça elogios sem fim...
E que apesar de todas essas mentiras úteis, nos seja de uma sinceridade
inquestionável...

Que nos mande calar a boca ou nos evite um gesto impensado...
Alguém que nos possa dizer:

Acho que você está errado, mas estou do seu lado...

Ou alguém que apenas diga:

Sou seu amor! E estou Aqui!