quinta-feira, 31 de março de 2011

E...

E chorei!
Chorei tanto que vc não imagina.
Não pelas palavras ditas.
Mas sim por que tudo que faço
de nada valia.

Eu te amo!
Mas vejo que não acredita.
Não acredita na força que realmente tem esse amor.
 Então me deixe se assim deseja.
Perca o momento. 
O mate enganando seu sentimento.
Seja livre como diz querer.

Por que de mim, meu amor.
De tormento e desejo, minha vida por ti
eu abraço e apresento.
Para que veja
como te amo, e assim verdadeiro
meu sentimento seja.

Não desistirei desse amor!
Me puna! Coloque de castigo!
Me deixe no canto chorando.
Faça o que finge querer para mim.
Que mesmo assim, continuarei te amando.

Então se diz que não me ama.
Que não é de ninguém para ser livre.
Me jogue no lixo. Chute-me!
E deixe assim, como quer.
E que esse amor, por ti,
seja arrastado, para longe dos seus pés.


Não é isso que vc quer?

Vc pode dizer e fazer o que quiser,
pois de mim, meu amor.
Estou aqui, em cada palavra,
dizendo e chorando
que te amo!

E continuarei tentando!


Um comentário:

  1. Eu te amo! Eu te amo! Eu te amo! Mas se tudo que digo sentir é insignificante para fazer vc querer. Então, Tuany, não venha à mim, e diga para te esquecer. Por que estou aqui, para quem sabe ser digno, do que vc me nega sem tentar ou ao menos entender. Meu amor é forte, talvez mais forte que vc vai ver, e mesmo assim finge que vai esquecer. Eu te amo! E não esconda o que sente, por que eu tentarei ser seu escolhido, sim, sempre vou querer ser.

    ResponderExcluir