quarta-feira, 13 de abril de 2011

A ausência de respostas

Onde está seu pensamento quando deseja falar mais nada, quando precisa dizer algo?

Geralmente isso acontece com muita gente. Está acontecendo comigo por exemplo. Quero uma resposta e infelizmente não a tenho. A ausência em si já é uma resposta? Em muitos casos sim. Seria uma resposta para tudo, já que no silêncio que o sentimento fala a maioria das vezes. Mas no meu pelo andar nesse um ano com essa pessoa. A ausência apenas me faz vê-la como confusa em seus sentimentos. Não que o não dela fosse realmente fazer parar. Amo ela! Mas ela dizendo eu saberei se sente algo ou não por mim. Enfim, voltemos para a ausência. O silêncio de palavras muitas vezes é ótimo para fazer encontrarmos o que precisamos dentro de nós; mas deixa em tormento eterno para quem precisa da sua resposta. É tortuoso ver que algo precisa ser dito e o silêncio impera.

Isso faz morrer aos poucos aqueles que poderiam dar certo. Justamente por que um prefere ficar em silêncio ao invés de realmente dizer o que precisa. Outras quando precisa ser dita para apoiar alguém. Ou para fazer o certo. Medo? Insegurança ao arriscar? Confusão? Pode ser. Mas o silêncio é em certos momentos uma forma desnecessária de dar uma resposta. Parece mais como menosprezo do que resposta. Apesar que o menosprezo seja uma resposta. Mas se vc quer dar uma resposta, precisa disso? Ignorar? Ou ficar em silêncio? Quando queremos realmente dizer algo, falamos. O silêncio é mais uma falta de respostas do que uma resposta direta.

"Se vc não consegue entender o meu silêncio de nada irá adiantar as palavras, pois é no silêncio das minhas palavras que estão todos os meus maiores sentimentos" (Oscar Wilde)

Se for pensar como Oscar Wilde, todos deveriam ficar calados ao invés de falar algo. Mas se esse silêncio for para que vc realmente tome uma decisão para dizer algo, é válido. Mas não adianta querer empurrar o tempo para que faça esquecer. Diga. Mas diga o que realmente precisa. Não deixe o tempo fazer esquecer o que precisa dizer ou sentir apenas por medo de dizer o que quer. Ou deseja viver. O silêncio é bom em certas situações. Mas quando se fala de amor, não deixe o tempo apagar o que pode ser dito agora. Dizem que os sábios preferem o silêncio para que nas poucas palavras ditas, tenha tudo que precisa saber e um pouco mais.

Expressamos as coisas diferentes um dos outros. Ninguém é igual. E para alguns, se o silêncio é uma forma mais que necessária para dizer algo; para outros isso se torna um tormento.

Preciso de palavras! 

Isso é importante para mim! A ausência de palavras me torna insignificante para quem desejo ter respostas das minhas perguntas. Me sinto inútil e inexistente para essa pessoa no silêncio dela. Isso é cruél. Ainda mais quando vc realmente ama essa pessoa e precisa de respostas. 

Bem, para mim a ausência é importante para pensar no que deve realmente dizer. Mas deixar o tempo passar em silêncio não ajuda em nada. Sei que certas respostas precisam de tempo para serem pensadas. Mas no meu caso, acredito que não seja necessário. Já que para obter respostas disso que preciso, só convivendo mesmo comigo para ter. E não ficando longe. A ausência só é para esquecer realmente o que sente, ou de mim no caso.


Sua ausência se torna a minha ausência de existir!

Não fique em silêncio!

Nenhum comentário:

Postar um comentário