domingo, 3 de abril de 2011

Saudades

E a saudades bate dentro de mim
rasgando a carne como se não tivesse fim.

E vejo como vc vale...
mas o que isso importa agora, certo?

Ah, como eu te amo!
E mesmo assim, o que meu sentimento
tem de importante assim...

Sinto sua falta!
Sinto muito a falta daquele amor que tive.
Onde fui amado e dei meu amor.
E agora vejo, o que eu sou?

Eu choro! Choro por que vc é 
a pessoa que mais desejo nessa vida!
Mas isso é importante? É...
...

E nesse lugar que estou. Tudo é cinza!
Onde meu coração se ouve
como se tudo tivesse sem vida.
Tento achar um sinal de amanhã.
Nesse passado-presente que estou.
Acabou mesmo, amor?

Meu coração bate forte. Como nunca bateu!
Dói... dói estar longe de vc!

E como sempre digo para todos.
Quando ouço isso, imagino vc ao meu lado.
Abraçada. Dizendo que veio para ficar.
Fique! Fique meu amor.
Não  pense que não pode, sem ao menos
dizer que fica... que acredita.

Eu te amo... e a saudade bate forte!


Um comentário: