quinta-feira, 5 de maio de 2011

Levante, cavaleiro!

E nessa "guerra" que travou. 
O cavaleiro viu o quanto deu da sua vida por isso.
E mesmo assim olhe o resultado! Veja! 
Veja quantas pessoas caíram nessa busca.
O quanto da sua fé foi posto em dúvida. 
Chamado de mentiroso. Sangue ele derramou.
E depois de tudo, ajoelhado pelas feridas
da batalha que travou, ele pensa.
Pensa em quanto deu por isso e nada teve.
Ele não tem dúvidas que valeu a pena.
Ele acreditou! E lutou como nunca antes.
Mas no final, a que preço...
O preço do seu orgulho foi alto! Orgulho que ele abdicou.
E se rebaixou como nunca antes para demonstrar esse amor.
Companheiros ele deixou caídos nesse campo. Muitos.
E agora, sozinho, o que ele vai fazer?



Ele vai se levantar. 
Por que cavaleiros nunca desistem de lutar.
Mas a luta agora, é por tudo que fez, e nada ganhou.
Ele luta por ele agora! E por esse reino que chamou e lutou.
Ele rasga a bandeira, pois agora, está livre.

Livre para achar quem precisa
e quem valorize, o que, de fato, esse cavaleiro significou.
Significa...

Sonhos nunca morrem! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário