terça-feira, 6 de setembro de 2011

O cavaleiro, parte 14: Em algum lugar distante



Depois de dormir nos braços de seu amor, o cavaleiro finalmente está pronto para seguir! Parece que ficou dias em seu descanso. Está recuperado, sentindo as forças voltarem para seu corpo! Seu cavalo também aparenta mais vigor! Mais disposição para continuar a jornada. E assim ambos continuam esse caminho sem destino certo. Apenas guiados pelo chamado que o cavaleiro sente de seu amor! Conforme vai cruzando a floresta, o cavaleiro sente uma pequena tristeza por deixar para trás um lugar tão lindo, tão perfeito! Mas ele não se arrepende! Ele sabe que o que busca, vale mais que 1000 reinos! E olhando determinado para adiante, ele parte acelerado sem olhar para trás. O cavaleiro continua sua jornada, mas sem deixar de se preocupar com o que acontece em sua volta! Conforme vai cruzando vilarejos, pequenas cidades, o cavaleiro vai procurando por pistas desse então lugar desconhecido. Ele ajuda as pessoas que precisam. Tentando assim, fazer o que de melhor sabe fazer! Mas nunca esquecendo do seu principal objetivo, estar com seu amor. Conforme os dias passam, o cavaleiro vai amadurecendo aos poucos. Conhecendo lugares, costumes e pessoas. Ele sabe que precisa provar para seu amor quando a encontrar, que ele é merecedor do seu amor. Conforme vai seguindo o som do chamado de sua amada, o cavaleiro reflete sobre os erros que cometeu no passado. Dos possíveis obstáculos que pode surgir no seu caminho e o principal, ser ele mesmo sem ter medo da imperfeição que ele é para seu amor. Ele sente um pouco de medo dela não enxergar o que ele faz! Mas está totalmente confiante de poder tentar, já que ela o chama diretamente no coração. O cavaleiro lembra das aventuras que passou! Das dificuldades de um passado que teve ao lado dela! E sabe principalmente que ele voltou! Não está mais perdido sem rumo, correndo atrás daquilo que realmente não quer! Não é!  Ele está lá preparado para tudo! E prometeu para ele mesmo ser melhor! Não mudar como talvez pensem! Ele está lá por inteiro! Pelo amor que acredita! Por ela! Ao longo dessa viagem nesse lugar tão distante, o cavaleiro perdeu a noção de o quanto já andou... e vê que não importa a distância, por seu amor ele sempre irá tentar ao lado estar! Ele descansa pouco, se mantendo firme sem fraquejar, assim como seu cavalo não para nem um pouco o forte ritmo cruzando o lugar. Mas ele sente que está próximo de onde o chamado está, e isso o deixa mais determinado para assim essa jornada completar. Ele não sabe se faz certo. Muita coisa está sendo colocada no caminho! E ele está tentando fazer da melhor forma possível cada desafio. O cavaleiro finalmente percebe no final das contas que realmente a ama! E está disposto a tudo para assim esse amor conquistar! O cavaleiro para por um momento no alto de uma montanha, olhando o vasto e desértico lugar. Ele avista um pequeno reino, e é para lá que seu coração o manda estar. Sem mais demoras o cavaleiro se apressa, e algumas horas depois ele chegou. O reino que parecia pequeno do alto da montanha, demonstrou ser maior do que ele poderia imaginar. Conforme vai cruzando o lugar ele nota a tristeza no semblante de cada pessoa que ali está! Como se a vida tivesse sido tirada deles. A esperança. O cavaleiro parece um estrela viva de tanto que está brilhante de esperança, comparado com as pessoas daquele lugar. Ele se sente triste por um momento, mas não perde a esperança, e assim parte para o castelo do rei. Para pedir ajuda, e completar sua missão que é ao lado do seu amor ficar. Os soldados do castelo nem esboçam uma reação! Parecem que o cavaleiro já estava sendo aguardado. Ele desce do cavalo o deixando aos cuidados do empregado do lugar e vai adentrando no castelo. Encantado! Maravilhado com a beleza do lugar! Não parece ser um lugar de pessoas triste se assim olhar. Conforme vai caminha para o salão principal onde o rei o espera. O cavaleiro nota as pessoas olhando para ele, como se ele fosse um herói, ou um Deus vindo os salvar! Os portões se abrem e ele entra no salão e sente o chamado aumentar! A canção em seu coração do seu amor o guia, até ele olhar uma pulseira, com uma jóia que brilhava mais que todas as velas do lugar. E antes que chegasse perto, é interrompido com as palavras do rei: "Cavaleiro! Cavaleiro... então mais um apareceu para assim nos ajudar!" diz o rei com uma esperança no olhar. "Fui chamado até aqui, não sei ao certo por que, mas que desafio é esse que diz que posso ajudar?" Diz o cavaleiro se ajoelhando na frente do rei. "Esse foi um mundo vivo! Mais vivo que você possa imaginar! Mas nosso maior tesouro foi tomado de nós. E mesmo com toda ajuda possível, ainda não conseguimos recuperar!" diz o rei com uma tristeza. "Diga-me que tesouro é esse, e assim veremos se posso ajudar!" Diz o cavaleiro. "Minha filha! Minha filha foi levada por uma terrível criatura. E ninguém tem coragem de o desafiar!" vendo o cavaleiro a frustração do rei quando fala. "Me ajude cavaleiro! E qualquer tesouro desse reino é seu, se assim a missão completar!". O cavaleiro olha para a pulseira brilhando mais e mais, o chamando com a doce voz do seu amor que no coração está. "Eu aceito!" Diz o cavaleiro confiante de não ter chegado em vão até aquele reino. "Nos ajude, e terá o que quiser e nossa gratidão eterna!" Diz o rei sorrindo, tirando aquele ar triste do lugar. "Meus soldados vão ajudar você a chegar onde minha filha está! Obrigado cavaleiro!". O cavaleiro vai saindo do castelo acompanhado pelos soldados e começa a ver o rosto das pessoas melhorar. Eles depositam um dia melhor nas mãos do cavaleiro. E ele vê que precisa assim a missão terminar. Só assim terá a pulseira... e sua jornada para conquistar seu amor continuar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário