sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Espero



A distância de nossas palavras, não enfraquece meu ser.
E aqui, paciente vou escrevendo. Dizendo meu amor.
Rezando por uma palavra sua! Para você voltar!
Não nego que estou pedindo por esse milagre sem que uma foto sua olhar!

Estou aqui! Buscando forças sempre! Buscando mostrar a razão de tanto querer.
Eu te amo, de amor mais belo e inocente! Que nem na sua ausência vai abalar.

Eu te chamo, e penso, escrevo em pequenos papéis, minha angústia
de ter você tão perto, mas tão distante. 
Mas não me preocupo! Eu a amo, e nada irá fazer acabar.
E mostro aqui, que todo meu sentimento é para ti!

Eu te espero! Te provando que toda a racionalidade do mundo
é irracional, quando mostro meu amor enquanto aguardo.
E torço para você ver, que te amo, e isso apenas seu será sendo dona!
Para que volte, e peça, não, exija! Ele ao seu lado.

Não fique longe de mim!
Por que te amo! E isso é o que mais importa para mim!
Saudades!

...

Sabe, eu realmente sinto sua falta! Falta da sua existência! Que não importa o que falem, desde que te conheci, sempre a vida quando está perto me abraça. Eu sinto falta de você, meu amor. E como o texto do John Lennon que postei para você. Eu poderia viver sem, mas para que vou estragar um amor verdadeiro? Não quero mulheres, não quero um corpo que satisfaça uma noite, talvez duas. Eu quero uma pessoa que faça meu coração bater, uma pessoa para amar ao lado. E sempre vou dizer que essa pessoa é você! 

Um comentário:

  1. Amar não é ruim! Não... é, não! Amar é bom! O ruim é a distância, que faria de tudo para solucionar! É... amar é bom!

    ResponderExcluir