segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Espero




Em seu silêncio, eu cuido desse amor como um filho que espera a mãe!
Acalmando seu choro! Abraçando ele dando meu calor até você voltar!
Ele te espera! E eu também! Por te amarmos!

E isso sempre vamos mostrar!

Nessas noites frias de chuva!
Mesmo que o tempo envelheça esse corpo!
Te espero! Por que esse sentimento sempre novo será!

E por ti, estarei sempre a falar!

Um comentário: