sábado, 22 de outubro de 2011

Sem valor




Me torno insuficiente ao tentar ser suficiente por um amor!
E por mais que dê toda minha alma para mostrar valer,
caio desvalorizado em cada desconfiança que me golpeia nesse lugar.

Amaldiçoando minha carne. Minha alma por errar quando desejo acertar.
Me culpando de ousar voar. De amar tanto alguém que não irá tentar.

Caio em lágrimas, rasgando minha carne procurando arrancar
a sujeira que nunca faz ela me aceitar.
Pedindo a Deus que acabe com esse castigo
que me pune apenas por fazer meu coração cantar.

Me sinto tão errado de dar tudo e sempre rejeitado estar!
Como se o meu sangue fosse impuro e meu amor corrupto!
Me tornando a pior pessoa que possa imaginar.

Queria poder valer algo para esse amor!
Algo que pelo menos custasse arriscar!

Mas por mais especial que diga eu ser. Por mais que digam o contrário.
Vejo que não estou valendo nem pensar, muito mais amar ou tentar.
Por que estou rastejando, machucado com cada palavra que diz me cortar,
afogado em meu sangue que caí por ainda acreditar que esse amor pode se realizar...
... mas para isso ela precisa me olhar. 

E mostrar realmente me amar!

Ou então, deixe esse indigno se calar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário