domingo, 2 de outubro de 2011

Só você



A vida pisa nos sonhos com a cruél realidade do dia a dia.
Cuspindo a dor pelos poros. Cortando os desejos em autoritários passos rotineiros
da sobrevivência! Todos caem alguns dizem! Eu não!
Não serei subjugado pela massa submissa do toque! Não mais!
 Muito menos pela vitrine da esquina do pecado. Jamais!
Não irei me afogar no torpor de um bar qualquer! Por que?
Muito menos provar a carne das luzes azuis. Eu só quero você!
Quero ser o sonho da mulher que amo! Sim, estou aqui por isso!
Ser único. Exposto apenas na vitrine de  seus desejos. Lembre!
Temperado pelo líquido que escorre do meu amor! Teu amor!
Deixando o mundo me ver apenas como mais um. Mais um...
Deixando apenas você ver meu valor!  Ver meus olhos que aqui te trazem uma flor!
Correndo até ti! Provando cada palavra que digo em pequenos contos de uma noite. 
Mostrando que cada palavra dita, de amor e pecado podem existir, 
no desejo da vida que está por vir. Ao seu lado! Sempre ao seu lado!
Como um sonho extraído da mais bela fábula de amor que eu aqui sempre declaro!
Como o espetáculo da vida, do desejo dessa mudança que aquilo te falo.
Mostrando que esse amor, por vidas, não nego e nem afasto.

Eu te amo! E só você, eu quero ao meu lado! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário