sábado, 19 de novembro de 2011

Falta...



Sinto sua distância com a dor na carne que jamais pensei que iria passar. E nunca pensei que o silêncio de alguém doesse tanto como o seu está doendo em mim! Sei que os últimos acontecimentos afastaram você. E não sei como te mostrar que você é muito importante para mim. Você realmente faz falta no meu mundo! Sinto falta de falar com você! De você estar perto... de me abrir com você. Sinto de verdade sua falta a ponto de olhar para os lados e querer chorar, vendo que você não é mais a mesma comigo. Não sei te mostrar que esse meu mundo sem você se tornou vazio. E o vazio que tenho em meu peito dói como o corte de uma faca. Que vai abrindo mais e mais a minha carne, expondo esse amor que chora te chamando todo dia.

Eu tenho esperança! Tenho motivos para você ver que vale a pena! Tenho um amor verdadeiro que quero muito dar para você! Tenho paciência para te esperar sempre! Tenho Deus olhando que realmente estou tentando te provar que isso que faço... é por te amar de verdade e que você não precisa ter medo de acreditar! Eu me comporto! Droga, tô fazendo tudo para realmente não ter erro nenhum...

Sinto sua falta! Eu tô falando com toda a sinceridade que poderia colocar no meu coração quando digo isso! E sei que erro com meu jeito com você! Mas eu tô procurando melhorar... procurando realmente corrigir essas falhas com minha impulsividade, de falar em momentos de emoção demais. Eu não sou de demonstrar ciúmes, mas com você acabo tendo!  Eu te amo! Eu gostaria de estar seguro, sei lá... sou inseguro com você. Não me acho muita coisa. E esse seu silêncio e ausência agora me deixam mais ainda do que o normal. Tô sentindo de verdade essa falta que você me dá! Sentindo essa sua mudança doendo demais.

Eu quero você perto! Sendo você mesma! Mostrando se importar! Dizendo coisas, boas ou más! Você realmente presente como antes! Mas acho que você não me vê mais... e eu ainda tenho um sentimento enorme, monstruoso por você! Sentimento que tenho certeza que está o mesmo desde a primeira vez que brigamos, quando conheci você! Droga... eu quero tanto você como sempre foi comigo novamente. Não essa pessoa distante. Dói sua ausência.

Dói de verdade sua ausência!

Mas o blog é de esperança! E vou ter sempre esperança que você vai ver que te amo do fundo do meu coração! E assim vou poder provar que quero fazer você muito feliz...

... sinto sua falta!

Nenhum comentário:

Postar um comentário