quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Me ama ou não?




No silêncio que causa, vejo o quando me torno pouco para você!

E isso me machuca! Por achar que nada que faço é bom para você!
O ciúmes bate em minha porta. E leio o que a faz se sentir bem.
E vejo a adoração do oposto que digo te satisfazer.
Eu te amo! Mas parece que minhas palavras nunca vão achar você.

Não sou suficiente? 

Não vou nunca valer nada para você eu penso!
É, eu quero chorar com silêncio que você inicia e chicoteia em meu corpo
deixando as marcas do pecado de dizer que te amo!

Meu amor é tão pouco assim?

Eu queria ser especial para você, como eu acho você especial para mim!
Mas vejo que a cada ação minha, passa tão despercebido diante de seus olhos.
E me entristece saber que as coisas que falo, não valem tanto como deveriam valer.
Meu amor? Está aqui magoado. Vendo a pessoa que ele quer pisotear nele,
dizendo que não tão importante assim.

Eu queria ser o mínimo do que ela procura!
Para pelo menos ser lembrado e chamado com carinho.
Mas, sempre estou errado! 

Ah, droga! O que eu preciso fazer para ela me ver?

Eu vejo ela sempre se virando para partir. Partindo minha alma
em pequeno fragmentos que espalham pelo chão.
E vou juntando tudo de novo, por esse amor que quero tanto realizar.
Ela me ama, ou não me ama?

Eu não sei!

A única coisa que sei que meu coração chora a cada machucado que ela me faz.
Por que ele não consegue revidar! Ele apenas consegue gritar
dizendo o quanto isso machuca! E sempre que ela faz irá machucar!
Por que ele só a ama... e sente ciúmes por assim amar! 
Por que senão tivesse ciúmes, duvide então de cada palavra que ele pronunciar.

Ela me ama ou não?

Estou em silêncio! Esperando se ela realmente se importa, voltar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário