sábado, 4 de fevereiro de 2012

Volta



E a saudades aperta, onde minhas palavras não conseguem chegar.
E tento fazer as coisas para que você não duvide que vou te amar.

É difícil, admito! Mas tento sempre perto estar...
Para você sempre lembrar, e assim voltar!
Mas esses dias sem você tenho tanto medo!
Medo que você esqueça que te amo e deixe de me amar!

Por eu te amo como nunca amei ninguém.
E esse silêncio apenas me deixa a pensar...
Se você pensa em mim como penso em você!

Se você ainda acredita que uma vida juntos vamos estar.

E nesse tempo, penso aqui como a saudades dói!
Por quero a pessoa perto, sem poder estar.
Ao mesmo tempo que ela sempre me lembra,
que existe uma pessoa longe, que faz toda a minha vida mudar.
Pelo amor que tenho, e tanto eu quero te dar!

Espero você, até você voltar!
Eu acredito! Eu acredito! Que você voltará!
E assim todo esse meu amor, você aceite e ficará!

Por isso te espero, para esse amor te dar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário