sábado, 24 de março de 2012

Sinta



Você! Ah... sentir você!

Sinta meu sangue bombeando dentro de você.
Aquecendo onde poucos você deixou entrar por querer.
Venha, sinta a força desse amor batendo.
Passando os obstáculos até satisfazer você!

Mais! Mais uma vez! 
Mostre esse amor que tanto diz ter!
Pulse dentro de mim! Grite por desejar meu corpo em ti!
Na parede! Na cama! Na mesa! No chão!
Faça com força, com vontade e tesão!

Sinta esse amor que tanto tempo digo ser teu sem questionar nessa solidão.
Venha! Não me deixe sozinho! Eu te espero! Sempre espero!
Satisfaça esse amor que disse ter por mim essa noite,
sem se afastar, ou mostrar que não tenho mais seu coração.

Pegue! Devore! Mastigue em mordidas fortes minha carne!
Me empurre contra a parede, deixando esse amor entrar com força, para você gemer ou gritar de paixão.
Ame! Sinta! Olhe nos meus olhos chorando e diga que sou teu!
Diga que é esse amor que você quer segurar, e soltar só quando não te satisfazer.

Respire ofegante! Solte o calor que nossos corpos juntos fazem com você!
Goteje a cada movimento, pedindo mais para nunca esquecer.

Que esse é o amor que tenho por ti.
Que mistura nossos corações, nossos corpos em um só.
Para não ver a diferença entre os sentimentos e nossos desejos.
Que vorazmente queremos saciar essa noite.
Sem nos afastar, sem deixar esquecer.

Me queira, meu amor! Sem deixar de lado...
... sem castigar esse amor, que tanto ao seu lado quer estar.
Por te amar e querer!

Sinta meu sangue bombeando dentro de você!

2 comentários: