terça-feira, 17 de abril de 2012

Procuro



Corro pelas ruas, tentando te encontrar.
Olho em cada cantos, sem nunca te achar.
Viro as esquinas, seguindo os seus rastros.
E quando penso perto estar, mudam você de lugar!

Cadê você?
Cadê você, meu amor?

Eu olho por onde ando, sombras me vigiando.
Deixando meus caminhos, mais difíceis a cada passo.
Eu corro sempre deles, sem muita alternativa.
Por que eles tem você, que para mim está perdida!

Cadê você? Cadê você, meu amor?
Me diga, cadê você!

Eu ando, olho e corro!
Não importa o lugar, estou te procurando.
Sem medo do tempo passar. Sem medo de te amar.
Procurando com esperança em meu coração você nesse mundo
Para com você comigo, melhor ele ficar.

Eu acredito! Ainda acredito!
E não importa as ruas que ando. As curvas que me perco.
Estou te procurando!

 E esse amor irá te encontrar, sem sombras para nos separar!
Onde nosso amor tem um endereço fixo.
Onde tem nosso lugar para amar.

Cadê você? Cadê você, meu amor?
Me diga, cadê você para ir te encontrar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário