sexta-feira, 27 de abril de 2012

Resident Evil: Operation Raccoon City

Fala pessoal, beleza?


Então, como proposta que tinha dito no primeiro post desse blog, vamos falar de games também. E para começar venho aqui trazendo o Resident Evil: Operation Raccoon City. Primeiramente, deixo bem claro que isso é minha opinião do jogo. Por conhecimento e sofrimento próprio.


O jogo foi desenvolvido pela Slant Six Games e pela Capcom. É um jogo de tiro de terceira pessoa lançado em 20 de março de 2012 para PS3, X-box 360° e em maio para PC.


Sinopse: É setembro de 1998 e a ação se concentra em Raccon City, cujo destino já foi determinado com as horríveis consequências do mortal vazamento de T-vírus, desenvolvido no Complexo de Pesquisas da Umbrella. Com a necessidade de encobrir o caso, a Umbrella envia uma equipe de elite para Raccoon City para destruir todas as evidências que a ligam ao incidente e eliminar qualquer sobrevivente. Enquanto isso, o governo dos Estados Unidos colocou a cidade em quarentena e enviou sua própria equipe de soldados de elite para determinar a origem do misterioso incidente.


Quatro tipos de agentes, que no fim, dá no mesmo.
Bem, o jogo é um péssimo shooter de terceira pessoa, comparado com os jogos da geração atual. Graficamente, também está muito fraco comparado com outros jogos, inclusive a jogos anteriores da própria série, como o Resident Evil 6. Erros muitos visíveis do jogo são a mira, que parece ser sempre a mesma, não importa a arma que você joga. A inteligência artificial do jogo, é triste demais, principalmente com seus companheiros. Uma hora seus amigos ficam parados sem saber o que fazer, ou somem enquanto você dança com a horda de inimigos. Muitas vezes se separam, caindo com o ataque dos inimigos e você tem que se matar para correr até ele e salvá-lo. Você passa certas horas nervoso com isso! Os inimigos também não são tão espertos assim! Passam por você, sem se importar, indo para cima do companheiro. Você passa no lado e nada. Ficam atirando no seu lado sem se preocupar com você... uma putaria total. Os upgrades também são bem demorados para serem conseguidos, já que são ganhos com xp que você ganha matando, pegando coisas pela fase. E só com xp para habilitar as armas travadas e novos poderes. Os especiais de cada personagem, você praticamente nem usa no jogo. Basta atirar e sair dando facada que você avança a trancos e barrancos sem dificuldade real. Jogabilidade muito fraca para quem já jogou outros jogos da série. 


Zumbis! Muito inúteis no jogo!
O que salva no jogo é as campanhas online, que você pode se divertir com os amigos. Tendo os modos Team Attack, Biohazard, Survivors e o Heroes para poder tentar passar um tempo com o jogo. Que honestamente não vale a pena.


O jogo recebeu nas revistas especializadas notas muito baixas e realmente, concordo com eles em tudo! Melhor esperar o Resident Evil 6 mesmo, para esperar uma melhora na franquia, na história, jogabilidade e o universo sombrio que é marca registrada da série, e que ultimamente está meio sumida.



Eu dou minha opinião, mas sempre falo para vocês jogarem o jogo. Melhor coisa que tem para vocês tirarem suas conclusões. As minhas são só tristeza! Que Resident Evil 6 salve a franquia.


Abraço e beijos para todos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário