quarta-feira, 9 de maio de 2012

Mais sobre mim

Começar a série que vou tentar sempre falar coisas sobre mim, para vocês me conhecerem melhor!

Já falei muita coisa aqui, que só fuçar que acha. Mas nessa nova fase, tentarei falar coisas que nunca falei. Ou pelo menos, quase ninguém sabe.

A maior parte da minha vida de estudos, estudei em escola de freira! É assombroso ver o nível, a diferença de uma escola pública, com uma particular. Eu estudei praticamente todo o 1°grau nessa escola. A escola se chama Escola de Obras Sociais Carlos Brunetti. Não vou entrar em detalhes sobre a escola, que isso só entrar no google que você acha. Mas falarei de coisas que acontecia. Como uma escola de freira. Temos que rezar todo dia antes de entrar na aula. E os primeiros dias, eram um sufoco de prender as orações. Mas todo dia rezando, você pega o jeito. Legal que as irmãs sempre puxavam o saco! Nome de família ajuda nessas horas. Teve muitas irmãs! Irmã Clara, Laura, Rosa, Bernadete, Rosário, entre outras que tinham por lá. Tinha o Gernival (acho que era assim o nome dele), que sempre ficava no pé de todo mundo! Mas todos gente boa. Apesar que quando pequeno, eu não era muito não.

A escola é enorme! E as irmãs tinham uma fazenda atrás dela! Vocês não tem idéia do terreno que as irmãs tinham em mãos. Eu fui poucas vezes na fazenda! Acredito que uma só em toda a minha vida naquela escola. Lembro que a cada ano que passava, elas aumentavam mais e mais a escola. Quando minha irmã saiu da escola, fizeram o ginásio. E quando eu sai, fizeram a piscina e a pista de atletismo hahahaha

Os professores eram todos legais. A que mais se destacou sem dúvidas foi a professora de matemática Dilma. Meio que lenda da escola, e todos tinham medo dela. Lembro do Alfeu de história, que me quebrou no jogo de alunos contra professores. A professora Cláudia de português e a Patrícia de inglês. Professor Márcio de Educação Física, que sempre sacaneava nas panelinhas dos times. Tinha o de geometria, que sempre me colocava de castigo no lado da mesa dele, mas esqueci o nome! A irmã Rosa sempre na enfermaria, cuidando da galera. Irmã Laura e Bernadete sempre boazinhas. E a Rosário sempre com cara de brava! Tinha a inspetora que esqueci o nome. Estudei com o filho dela, que esqueci também o nome!

Sempre aprontei naquela escola! Principalmente em feira cultural, no teatro com mais destaque destruindo tudo como um belo cavaleiro do apocalipse. E martelando e xingando quando interpretava José, pai de Jesus! Sempre fugia da feira cultural. Odiava ficar parado explicando. Teve muitos campeonatos! O Jiescabrum! Ganhei medalhas de ouro, prata e bronze disputando os campeonatos! :) As aulas na capela rezando e cantando! Sempre procurando ficar no fundo para me esconder e fingir que cantava! O parquinho que quase ninguém entrava! E tantos outros lugares que eram proibidos, e que entravamos escondidos hahaha

Teve as meninas que tive apaixonite. Com destaque para a Vivian, que teve a cena dos poemas trocados. O Cássio gostava da Erica, e eu gostava da Vivian. Dai eu entrei errado o meu para a Erica e o do Cássio para a Vivian. Deu maior rolo, por que a Erica disse que gostava de mim, e eu gostava da Vivian. O Cássio foi brigar comigo. Puta rolo, que no final, acabou em paz. Teve outra que na educação física eu cortei na cara dela no vôlei. Outra no basquete que cai em cima dela quando fui pegar a bola. E outras tantas!

Conheci muitas pessoas que até hoje mantenho contato e tenho no facebook ou msn. Pessoas que passaram mais de vinte anos, e continuam por aqui. Pessoas que já casaram, tem filhos. E o espírito da amizade e respeito ainda continuam. Muitos deles eu quase nem falo, mas são amigos que vou levar sempre comigo. Roger, Rodrigo (coquinho), Eduardo, Felipe, Cássio, Hamilton, Ricardo, Inácio, Thiago, Malcon, Fábio, Luciano, Fábio Faso, Ana Júlia, Desiree, Ana Lúcia, Thais, Erica, Roberta, Vanessa e tantos outros que realmente respeito e tenho carinho por eles.

Eu gostava tanto dessa escola, que quando mudei para o Tatuapé, minha mãe me colocou no Blanca Zwicker. E eu, a única vez na minha vida, cabulei uma aula e fui a pé, do Blanca, até o shopping Aricanduva ( é um rolê épico acreditem), só para voltar para essa escola. O Blanca era no lado da minha casa! No lado mesmo! E essa escola, eu pegava metrô e ônibus e pouco ligava.

Marcou minha infância essa escola. E todos que passaram nela também! Bons tempos!

6 comentários:

  1. Nossaaaaaa cabeça, bons tempos mesmo a época da escola..onde nosso mundo ''perfeito'' se resumia ali. Me lembro q na minha escola ja matei mta aula com o Marcelo, Gaibe, Nélia,Gabriela e Camila...ps:matavamos aula embaixo da mesa de ping-pong la na quadra...kkkkkkkkkk! Saudadeees daquele tempo. =) Beijo (Germana)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem estilo loira esse hein de matar a aula! kkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  2. "... que esqueci o nome..."
    Você esqueceu o nome de todo mundo nesse post! Huhauhauhauahauhauahu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahaha só da inspetora, do professor de geometria e do filho oras!

      Excluir
  3. Cassius já era fanfarrão desde pequeno...

    hahahha

    Lah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha eu era bonzinho demais! Bobão extremo isso sim!

      Excluir