terça-feira, 22 de maio de 2012

Meu mundo de games

Fala pessoas, beleza?

Hoje falar minha história com jogos. Minha vida com games começou muito cedo, com o odyssey! Era ainda na casa da oficina, senão me engano quando ganhou ele, e o sonho que mais gostava era o Em busca do anél perdido (coisa assim), onde tinha um fantasma, um cara que atravessa parede, um guerreiro e um mago. Dai vc tinha que passar por fases onde tinham monstros, aranhas, dragões... era bem viciante! Lembro que quebrava joystick com aqueles jogos de olimpíada. Veio o Master System e as intermináveis fases do Alex Kid com aquele maldito jogo de pedra, tesoura e papel me enfezando sempre e sempre, por que perdia direto. Tinha o Sonic que jogava bastante. Mas nunca me agradou o Master System. Também jogava no fliperama, Street Smart, Street Fighter, Mortal Kombat, Final Fight e tantos joguei primeiro no arcade do que nos videogames. Depois disso veio o Nintendo, e dai o mundo dos jogos foi aberto! Lembro que tinha uma fita com uma porrada de jogos! Tinha Double Dragon, T.M.N.T. , Mario e tantos outros que fizeram muitos dos meus dias felizes. Ainda mais quando se é pequeno. Eu achava que era perfeito os gráficos. Bem, para a época era o top do top dos gráficos mesmo. Então chegou o Super Nintendo.

O Super Nintendo acredito que foi o videogame mais revolucionário que teve. Graficamente deu um boom de melhorias e a diversidade de jogos colaborou para isso também. O SNES (super nintendo) foi tão impactante na minha vida, que me levou ao vício de games. Quantas vezes eu passava horas e mais horas jogando, deixando o videogame ligado, apenas para continuar no outro dia o jogo. Dormindo tarde, sem comer e tantas outras doideiras mais. Meu vício por games era tanto, que eu tinha um caderno que escrevia os jogos que terminava (ainda tenho ele). Hoje nem escrevo mais no caderno! kkkkkk Era jogos de todos os tipos, corrida, luta, ação, hack´n´slash, rpg, puzzles, e tantos outros que eu jogava, apenas para terminar. Difícil falar apenas um jogo que mais se destacou no SNES, por que é um videogame épico mesmo. Mas deixo aqui o Zelda: A link to the past, Rushing Beat Ran, Axelay, Secret of Mana e o Secret of Evermore. Strike Gunner, Sunset Riders, Final Fight, Mega Man e tantos outros que jogava, terminando e jogando de novo sempre parar. É perfeito e para mim o melhor console de todos. Não tive o Mega Drive, mas jogava muito com meu primo que tinha. Street of Rage, Sonic eram os meus preferidos.

Depois veio o Nintendo 64 (geração nintendo estão vendo). E os gráficos só melhoravam! Mas os jogos e a jogabilidade, muitas vezes, deixaram a desejar. E dai comecei a mudar de lado. O que mais gostava era o Legend of Zelda: Ocarina of Time e o 007 Goldeneye. Deve ter outros que eu gostei, mas realmente não foi um console que me agradava. Dai decidi mudar e mudei o lado para o Playstation 2. Novamente uma nova fase de glórias começou. Teve uma época que o amigo do meu irmão, deixou o Dreamcast em casa, e pude jogar várias e várias horas de Sonic Adventure, Gran Turismo, Resident Evil: Code Veronica e Marvel vs Capcom.

Playstation 2 está para mim quase no mesmo patamar do SNES. A diversidade dos jogos e a qualidade deles, fez que eu viciasse como antigamente! Comprava toda semana jogos praticamente. E voltei com o caderno de detonados! Toda semana terminando e anotando jogos no caderno, apenas para ter meus troféus ali, como sinal de orgulho e talento no mundo dos games. O meu vício de jogos de RPG voltou com o playstation 2, dando destaque para Okami, Marvel Ultimate Alliance, X-Men Legends, Valkyrie Profile: Silmeria e tantos outros rpg. De diversos tipos, todos jogados e terminados. Jogos de futebol com o Winning Eleven e PES. Corrida com o Need for Speed. GTA, Black, Metal Gear Solid, Warrior Orochi, Resident Evil 4,  Devil May Cry também fizeram parte dos jogos que sempre jogava. E só anotando no caderninho de detonados. Vício puro por que cresci com games!

Eu vejo os games de antigamente, tirando o Nintendo 64 e Playstation 2 que tinha, como a fase de ouro mesmo nesse mundo. Os melhores jogos. A nostalgia talvez ajude nesse momento para dizer isso. Dai dei uma pausa nos jogos de console e fui para os jogos de computador. Desde pequeno eu jogo no computador também! Alone in the Dark, Day of the Tentacle. Sabe aqueles jogos de clicar e dar ordens? Jogava muito! Monkey Island e tantos outro. Jogos de tiro também começaram pelo PC. Wolfenstein, Doom, R.O.T. e outros eram jogados sem parar. Jogos de corrida também eram frequentes! Neverwinter Nights, Diablo 2, Dungeon Siege sempre deixando horas e mais horas jogando. Os Fifas da vida. Lembro que mais antigamente, tinha o Fifa 94. E eu consegui fazer o Favaro, o camisa 9 da Itália, passar o Pelé em gols feitos! Você não tem noção de como é foda fazer mais de 1000 gols com um jogados só. Viciado em jogos era apelido! E voltando a atualidade, continuo jogando no PC, vários tipos de jogos, de todos os gênero possíveis.

Meu irmão comprou o X-Box 360°. E o vício de jogos está naquela ainda... em cima do muro. Como jogo pouco, e talvez pela idade, eu maneirei nos jogos. Mas quando ele deixa aqui, termino com facilidade os jogos. Acho os jogos atuais muito fáceis, até no hard. Antigamente você se morresse, começava tudo de novo. E não tinha continue infinito, como tem em quase todos jogos atuais. Era muito mais habilidade de jogador mesmo, do que decorar sequência de comandos ou esquemas para matar inimigos. Atualmente os jogos estão muito café com leite. Deixando aqui Demon´s Souls e Dark Souls que são o demônio!

Hoje em dia vejo meu sobrinho seguindo esse caminho! Vai ser um viciadinho que nem o tio no mundo dos games.

E aqui eu termino de contar mais um pouquinho sobre mim. Como podem ver, eu sou louco por games e considero eles hoje, o melhor mercado do mundo para entreter as pessoas. E contando coisas que talvez as pessoas não saibam, falando sobre partes da minha vida, as pessoas vão me conhecendo.

Abraços e beijos para todos! E pergunto, qual é o console que mais marcou sua vida?

Nenhum comentário:

Postar um comentário