domingo, 13 de maio de 2012

Parque do Carmo

Fala pessoas, beleza?

Hoje, devido poucas revistas para postar da saga Vingadores vs X-Men, vou falar mais sobre mim. Falarei hoje da fase quando morava no Parque do Carmo.

Lembro de algumas coisas, por que era bem pequeno! Eu lembro da casa como era! Do quarto que eu dividia com o meu irmão Marcus e o Rogério com o quarto melhor para ele! Lembro dos quartos dos fundos, da banheira que eu adora ficar brincando. Era parede vermelha! Tinha um corredor lateral estreito que eu nem entrava muito. Nos fundos, antes de subir para os dois quartos, tinha também outro corredor. Se não me engano era onde ficava botijão de gás. Em um dos quartos dos fundos tinha uma máquina de pão. Acho que era isso! E o outro quarto, era de carpete e eu desenhava lá. Lembro de ter rachado a cabeça do meu primo na porta do quarto da minha mãe, brincando de pega pega kkkkkkkkk

Na rua, lembro da casa da frente, que tinha um pastor alemão monstruoso. Lembro da casa do fim da rua, onde minha irmã estudava piano. Lembro do tiziu, que ficava correndo rodando os braços, gritando "Super mouse seu amigo! Vai salvá-lo do perigo!" kkkk Tinha o Matheus que morava perto da lombada, e ficava brincando bastante com ele. Na frente da lombada morava o Felipe (acho). O pai dele tinha uma coleção gigantesca de Comandos em Ação. Com nave, tanques, barcos e vários bonecos. Brincava quase sempre lá. Na casa dele eu lembro de ter me machucado, quando uma mesa caiu no meu pé. Arrancou a unha! :(

Na casa do lado tinha um menino (esqueci o nome), que também brincava muito. Tinha uma horta atrás da casa dele e sempre tínhamos medo de ir lá, por que era um terreno meio já inclinado e no fim, dava para um barranco. Medo de cair era monstro. Então íamos no terreno da frente! Que era enorme. Lembro de estar brincando de guerrinha de bolas de barro e acertei o tiziu na orelha e ele desmoronou do barranco do terreno! kkkkkkkkk deu um puta rolo. Com o tempo, começaram a construir um prédio comercial no terreno. Três andares acho. E brincávamos de polícia e ladrão nele. Lembro de ter me estourado todo pulando errado do prédio no monte de pedra ao invés do de areia. 

Tinha a rua de trás que praticamente nunca íamos. Era meio que limite. Só minha rua e nada mais. E uma vez indo para a rua de trás, um cara tava lavando o carro e deixou o portão aberto. O doberman do cara saiu e veio correndo seco para cima da galera. O pessoal correu e fiquei paralisado vendo o cachorro vindo. Ele me cheirou e correu atrás da galera que tava fugindo. Demorou para voltar para aquela rua hahaha Lembro de ter sentado em um maribondo na laje! :( Minha mãe toda engessada pelo acidente sério que ela teve.

Lembro de muita história desse lugar. Quando teve confusão com o carrinho de rolimã, e meu irmão (Marcus) foi brigar com o cara e eu desci que nem doido com o carrinho. Tinha o clube ACM, que ia na piscina! O próprio parque do Carmo que era no lado praticamente. Fui atropelado por um fusca kkkkk

Muita coisa mesmo acontecia nessa fase da minha vida. E tem quando minha mãe foi visitar anos a frente e fui com ela, com a bicicleta. Dai eu estava na rua e ela era uma bela descida. Eu fui descer ela pedalando e acelerando mais, quando vi que o breque de trás não funcionava. Eu, andando descalço, não podia parar com o pé. Sei que voei pela lombada, cruzando a rua e acertando uma fossa, acertando as mulheres que estavam na calçada. E eu espertão, sem breque, fui tentar parar a bike, segurando o retrovisor de um carro que tava lá parado. Quando segurei o retrovisor, a bike virou e acertei a porta do carro com muita força. Amacei a porta do carro do cara. Amassei minha bike e me quebrei todo. E quando fui correndo, para onde minha mãe estava. Ela estava indo embora e me esquecendo! kkkkkkkkkkkk

Essa fase no parque do Carmo foi muito boa!

E termino aqui falando mais um pouco sobre mim. Coisas bobas, mas que vão fazendo vc me conhecer melhor! E espero falar muito mais sempre!

Abraços e beijos para todos! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário