sexta-feira, 4 de maio de 2012

Sangue e glória



Ele marcha sem destino, conduzido pelos deuses para a guerra.
Deixando sua lança falar por ele. Deixando os caprichos divinos dizerem.
Que a cada sangue saboreado, é um passo rumo ao monte.
Onde os heróis eternos moram. Onde serão lembrados no fim do tempo.

Marche guerreiro, rumo ao sangue e a glória!
Eliminando a maldade. Vendendo sua alma para o deus caído.
Leve sua moeda! Por que o seu sangue, eles irão provar.
Por que sem o barqueiro, sua alma eternamente amaldiçoada estará.

Lute! Pela vida! Pela esperança! Pelos interesses divinos.
Que puxam os fios de suas ações quando se derruba mais um inimigo.
Lute! Não desista! Pela liberdade! Pela inocência perdida.
Avançando com os gritos inimigos, que avançam arrancando todas as vidas.

Defenda-se! Avance! Defenda-se! Mate! MATE!
E ceife a maldade que caminha na terra, trazendo a paz na sua vida.
Seja forte! Aos passos lentos! Atacando em sincronia!
Atravessando os inimigos com sua lança. Oferecendo o sangue aos deuses.
Que sorriem a cada cabeça que rola no campo, a cada silêncio dos inimigos que caia.

Avance herói! Seu destino está nas mãos dos outros.
Que apenas olham você lutar pela sua vida. Sem se importarem com cada alma partida.

Marche herói para a glória! Ou para sua morte!
Com honra em suas mãos. Protegendo as vidas em perigo.
Pelos sonhos que nunca morrem! Sua vida! Sua escolha!

Assim o herói avança, acreditando no que seu coração diz.
Lutando por todos que acreditam em suas ações.

Avançando pelo campo de batalha, eliminando os demônios que surgirão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário