terça-feira, 8 de maio de 2012

Triste vento do destino mal feito



Amores fortes, saudáveis e intensos.
Que se seguram como podem com o tempo.
Deixando as ações jogarem no chão aqueles sem desejo.
Passando, sem demonstrar suas intenções, numa história ao vento.

Deixe! Deixe cair aqueles fracos que não lutam com o sentimento.
Deixe passar a vida, sem a vontade que tanto demonstra no relento.
Faça ela te jogar para longe, apenas por assim aceitar esse movimento.
Para que então, veja que as escolhas, seria só suas, se pensasse e sentisse.

Agora olhe o tempo passar, e o vento cada amor levar.
Mostrando que os fortes ficam na tempestade, lutando sem se calar.
Vendo os fracos caindo, desistindo de acreditar, e assim outra pessoa achar.
Para cuidar desse amor, que apenas uma pessoa  pode dele cuidar.

Como é bom amar! E lutar por ele é ainda mais!
Desde que as duas pessoas, não se escondam, ou deixe o tempo passar.
Deixando o fruto envelhecendo, para cair e nenhum outro provar,
o mais doce sabor, que apenas quem ama irá provar.

Esquecendo que a cada estação, esse amor sempre vai mudar.
Sem que você cuide dele, sem você realmente ficar.
Deixando quando é tarde chegar, para assim nenhuma luta travar.
Olhando ele partir, com o vento que o joga em outro lugar.

Deixa você distante... sentindo a falta de quem ao lado podia ficar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário