sábado, 4 de agosto de 2012

Brunetti

Fala pessoal, beleza?

Hoje vou falar algumas coisas que eu fazia na escola que estudei maior parte da minha vida. Eu estudei o primeiro grau inteiro na escola de freiras Escola de Obras Sociais Carlos Brunetti. Para falar a verdade vim do Liceu Camilo Castelo Branco, quando sai da 3° série para essa escola. A primeira coisa que posso dizer é que é imenso o lugar. Tipo, as freiras tem até uma fazendo mais no interior da escola e o terreno delas é monstruoso! Coisa de deixar qualquer mansão no chinelo! Era colossal! E voltando para a história, fui pequeno para lá! E logo de cara tive que me adaptar ao "esquema". Primeira coisa é rezar! É, isso mesmo. Rezei tanto nessa vida, que vocês nem imaginam! hahaha. Tinha uma capela que íamos nas aulas de religião cantar e aprender coisas novas. Eu até me divertia naquela época! E tomava bronca até dizer chega da freira Laura. kkkkk Tive ótimos professores, citando e destacando a épica professora de matemática Dilma. Tipo, ela era meio que a mais temida das professores. Por que era brava ao extremo quando era necessário. Mas gente boa! Explicava tudo de um jeito que não tinha como não aprender. Tinha o professor de história, Alfeu, que me deixou com a costela zuada de um jogo, de alunos vs. professores, e que até hoje sinto as consequências dela. O professor Wilson de Educação Física que só fazia panelinha e colocava os fodas para jogar sempre junto. A professora de inglês Patrícia. Português Cláudia e tantos outros.

Fiz muitos amigos por lá também! Grande parte deles, tenho pelo face e gosto muito disso! Vale destacar o grupinho que só fazia merda Roger, Eduardo, Cássio, Rodrigo, Felipe e eu! Só dava confusão essa galera. Lembro de quando o Cássio, pediu para dar um bilhetinho para a Érica, e eu fiz um para dar para a Vivian. Só que na hora, eu inverti os papéis e dei o meu para a Érica e o do Cássio para a Vivian. Deu um rolo monstruoso isso! De verdade! Que acabou comigo brigando com o Cássio, que levou até ponto na cabeça. E a Érica vindo falar que gosta de mim, com a própria Vivian vindo dizer isso! Foi meio frustrante! Mas no final, acabamos resolvendo a situação e ficando amigos novamente. Teve meus momentos no teatro, falando palavrão, com as freiras chocadas vendo a cena. Nota que eu era José, pai de Jesus e tinha que fazer uns lances lá de carpintaria... só que na cena, eu martelei o dedo e soltei um fdp! As feiras culturais que eu só fugia, por que odiava elas! E os campeonatos de classes, o Jiéscabrum!!! O meu primeiro campeonato, fui colocado no primeiro jogo, no gol e perdemos na semi-final hahahaha Mas ficamos com o bronze. Outro campeonato que disputei foi do grande time da 8°A que tinha rivalidade com a 8°B monstro. Ganhamos ouro no Handball e Futebol, onde era favoritos a 8°B. E prata no Basquete e Volêi, onde eramos os favoritos hahahaha. Sacanagem.

Vale lembrar os amigos das outras séries. A Jéssica, Juliana, Matheus, Thais.... O Fábio, que desenhava desde aquela época também e se tornou um puta desenhista e bonequeiro (não entendam besteira). O Fábio Pulga. Rodrigo. Jefferson. Malcon. Thiago. Putz... muita gente que realmente vale a pena ter amizade. A Thais, Roberta, Vanessa, Erika. Bons tempos, com amigos que gosto muito!

Foi lá onde comecei a gostar de uma garota, a Viviane! É... olhinhos azuis e cabelos escuros. Ficava suspirando pelos cantos por causa dela! Dai com o tempo veio outras, na escola e ai já viu. Eu era meio que tímido extremo. E os únicos lugares que tentava impressionar era na Educação Física. Mas só que eu lembro de duas cenas que só me queimaram. Uma eu derrubei a Vivian no basquete acho. E a outra eu cortei nela no volêi. Só dançava! Muitas das meninas que eu dava em cima, já estão casadas ou com filhos! E tenho elas no facebook! Mas já passou essa "paquera" de antigamente.

A escola sempre cresceu! E a cada ano aparecia algo novo! Quando minha irmã saiu, fizeram a gigantesca quadra coberta. E quando eu saí, fizeram a piscina e a pista de corrida (algo assim). Agora, com o terreno que as freiras tem, logo logo aquilo vira uma universidade, se não já virou algo assim. Alguns dos meus amigos, tem os filhos estudando lá. Quando penso isso, vejo o quanto o tempo passa, mas sempre lembramos das coisas boas, apesar de sempre dizer que não gostava de lá. Dizia tanto que fiz minha mãe, matricular eu novamente na escola, sendo que eu estava matriculado na escola do lado da minha casa. Tipo, eu pegava metrô e ônibus para ir para o Brunetti e a que eu estava, o Branca, era só atravessar a rua. Bate saudades às vezes da escola! Principalmente dos amigos que eu tinha nela!

O tempo voa!

3 comentários:

  1. A porta da esperança, Irmã Carla, Genival bebaço...

    Como dói a saudade...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Genival... putz.... caramba, falar desse tempo, realmente me faz pensar que era feliz e não sabia! Bons tempos.

      Excluir
  2. Eu estudo lá atualmente e por coinscidencia achei esse seu blo, muitos professores sairam do colégio mais até hj ouço falar da Dilma kkkkkk a Patricia prof de inglês se aposentou em 2014 foi a ultima da sua época mais uma aluna: Tamires q presumo ser da sua época estrou no lugar dela..... Parabéns pelo blog e me sinto feliz por conhecer a "antiga" geração
    ....

    ResponderExcluir