domingo, 17 de fevereiro de 2013

Sonhos




Noites sem dormir! Dias sem acordar!
Vivo os milagres de sonhos, que me tomam a vida.
Olhando o céu, sem acordar! Sem viver!

E sem esperar, espanco meus desejos.
Sentindo as dores de um passado possível futuro.
Desejando sonhar acordado, dias sem dormir.

Comigo... com ela... com verdades e mentiras.
Que veem até mim, não me deixando andar.

Sonhar... bom? Ruim? 
Repito novamente?
Eu não sei!

Então me preparo para deitar.
Imaginando incontáveis mundos, tentando dormir.
Para quando fechar os olhos, anotar bem o endereço.
Para sempre que bater esses desejos, ver o papel e voltar!

Noites sem dormir! Dias sem acordar!
Imaginando um mundo, em que o amor pode se realizar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário