segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Feliz Natal e feliz ano novo!

Agradeço a todos que tenham paciência de visitar meu blog, até mesmo stalker. E desejo um boas festas de Natal e de fim de ano para todos! Abraços e beijos e vejo vocês em 2014.


sábado, 14 de dezembro de 2013

O novo amanhecer da esperança




O cavaleiro olha sua amada de longe, esperando o momento ao lado dela estar. 
Sem saber ao certo o que vai encontrar, mais encantado com que ouve,
e a imagem deixa a desejar.

Essa é uma nova jornada na vida do cavaleiro.
E sem medo ele a começa, esperando logo ela triunfar.

As trevas sumiram do seu coração. 
E o caminho escuro clareou.

          E assim o cavaleiro está novamente livre das correntes que o prendiam. Correndo novamente contra o tortuoso destino que jogavam em sua cara. Em seu cavalo ele corre pela floresta, que aos poucos a vida surge, sentindo seu coração novamente a bater. E correndo sem peso em suas costas, leve, ele vai. Para onde seu verdadeiro amor o espera. E assim, uma verdadeira história se realizar.

Correndo por esse caminho novo, ele esta!
Olhando as cores mudando, nos metros que passa,
enxergando a nova fase da vida, que sempre sonhou chegar.

E assim... ele voltou...

O cavaleiro ressurge das sombras,
com a esperança retomada.

Para a princesa, poder resgatar.

New Order - Broken Promises



Broken Promises

Oh I don't know why people lie
And I don't know why people die
Every time I see you, you shout at me
Cause of all the things in the world that I can't see
But what I think goes on in this world
For a mother and a father and a boy and a girl
Is that the more you earn, the less you learn
There's a fire in life where we will burn.
And I never could believe it
And I never could be true
For the things that mean so much to me
Don't mean that much to you and I never could believe
The way you told me I was wrong
If I'm right and you are sinful
Then for God's sake I was wrong.

Oh, I don't know how I think this way
And yet you sit there looking at me all day
There's more to you than I can see
There's a shadow of another hanging over me
But what I think goes on in this world
For a mother and a father and a boy and a girl
Is that the more you earn, the less you learn
There's a fire in life where we will burn.

And I never could believe it
And I never could be true
For the things that mean so much to me
Don't mean that much to you and I never could believe
The way you told me I was wrong
If I'm right and if you're sinful
Then for God's sake I was wrong.

Oh, I'd tear you out of heaven
And I'd tear you out of hell
And I'd see your life in ruins
Because mine lies there as well
And I'd cry out in my loneliness
While you sleep in your peace
But you'll never see my face again

domingo, 8 de dezembro de 2013

Livre... e principalmente, completo!

Faz muito tempo que não me sinto tão livre assim, como estou me sentindo agora! E isso é tão bom.

É complicado tentar viver a vida, tentando buscar seu espaço nesse mundo, interagindo com outras pessoas. E no meu caso, sentia isso nesses últimos anos. Primeiramente, eu tinha em mente deletar esse blog, mas a preguiça e a necessidade de falar em um lugar, que tenha um histórico desse pequeno tempo da minha vida, era necessária. Mas voltando para o que estava falando, é de certo ponto complicado você querer um espaço no mundo, onde está diretamente ligado com alguém. Nesse tempo de transição que eu tive, nesse pequeno espaço de tempo, que diz o tempo de vida desse blog, acabei percebendo que nem sempre é como queremos. E isso muitas vezes deixa você triste, outras alegre.

Uma coisa que aprendi, é a ouvir as pessoas. E aos poucos abrir os olhos para os problemas ou situações que eu desejava ter na vida. Com o tempo você para de sentir necessidade de algo, e simplesmente deixa a vida levar. No meu caso, deixei levar o fato que quero ser feliz! Quero ter comigo pessoas alegres. Pessoas que passam esperança, amor e confiança. São poucas no momento que tenho perto, mas são suficientes para me dar espaço para conhecer pessoas novas, como estou fazendo atualmente. 

Nesse espaço de tempo que o blog está vivo, estive no meio de bastante coisas tristes. Coisas que por mais que eu tentasse dar continuidade. Não chegava no lugar que eu desejava. E por mais que eu tentasse continuar, não dava certo e pelo jeito, nunca iriam dar. E quando a panela de pressão explodiu, os olhos abriram. E naquele momento de iluminação, enxerguei todas as coisas erradas que estavam acontecendo, e cortei logo a raiz.

Isso me tirou um peso titânico das costas. Parecia Atlas carregando tantas obrigações, sem ser obrigado a fazer essas obrigações. Eu fiz, por que queria provar que queria fazer as coisas certas. Ter pessoas no meu espaço de mundo. E depois de tirar esse peso, sabe a sensação de não ter responsabilidade mais. Que tudo que podia ser feito, foi feito. Sem obrigação de continuar tentando algo. E sem cobranças.... éééé, a vida se tornou tão viva agora. E conversando com meus amigos, vi que eu realmente fiz o que tinha que ser feito. E decidir não continuar a pisar em pedras pontudas por esse caminho, foi a melhor coisa que fiz.

Liberdade não apenas física, mas a mental é a melhor sensação do mundo. E hoje, eu posso dizer que estou completo novamente. Buscando voltar a ser feliz, alegre, como sempre fui. Sem deixar o passado me atingir, como estava fazendo sempre que voltava. E se voltar, que eu continue lembrando que para ser feliz, não preciso buscar meu espaço com ninguém. E que cada um sabe viver sozinho, até que tenha coragem, maturidade e o querer, para estar com alguém.

Livre... e principalmente, completo!