terça-feira, 28 de outubro de 2014


          As pessoas são realmente estranhas...

          Esses últimos dias, ando surpreso e assustado com o que ando lendo por ai sobre as eleições. Principalmente de pessoas próximos com uma raiva declarada contra pessoas x ou y.

          Não vou entrar em detalhes de quem seria, mas devem imaginar. Eu próprio no momento do resultado, falei merda do partido vencedor, naquele calor da frustração. Mas culpar pessoas por isso, para que? A vencedora teve mais votos justamente na minha região, do que no que as pessoas estão querendo culpar. Sabe, eu nunca fui patriota e falo isso abertamente. Sempre tive na minha cabeça que o mundo é meu e é nele que vivo. Independente de não ter viajado para outros lugares, ou como seria recebido em outro país de forma negativa. Eu me vejo nesse mundo e é que gosto de enxergar de forma positiva e esperançosa. Mas como muitos que se dizem patriotas, eu torcia para que a mudança fosse necessária. Não estou dizendo que o outro era melhor... mas que o povo tivesse em mente que o que está ai é ruim e lutasse por algo melhor. Mas voltando ao assunto, vi pessoas que nunca imaginei descarregando sua raiva. Querendo dividir o país. Calma ai, ninguém é culpado disso! Ou você acha que é a culpa é realmente de alguém específico? Pobre ou rico. Esquerda ou direita. Norte ou sul. Branco ou negro. O único culpado disso tudo, somos nós. Todos nós por aceitarmos a corrupção de todos os partidos. Ninguém pensa realmente no melhor... agindo como torcedores de futebol, defendendo x ou y mesmo vendo a merda que eles fazem conosco. Somos nós os únicos culpados deixando essa política corrupta dominando e nos dividindo. E esses dias vejo tantas pessoas cuspindo seu ódio declarado uma pelas outras. Amigos brigando. Parentes. E os partidos pouco se fodendo para nós, trocando os candidatos de partidos cada ano. Faturando como nunca, apenas esperando os próximos bobos que eles "vão defender". Então se querem arrumar algum culpado, olhem no espelho por que é lá que vão achar!

          As pessoas são estranhas, de verdade! Não enxergam que todos nós estamos no mesmo barco. Uns ficam tirando sarro do problema de água de SP, outros tirando sarro que outras regiões são vagabundas dependentes de bolsa sei lá o que. E no final, somos todos nós se ferrando. Divididos como eles querem. Se matando ao invés de estarmos unidos exigindo nossos direitos para eles. No face, os dois lados se matando trocando acusações e insultos e está tudo a mesma coisa, para ambos. O bom será para os dois lados, assim como o ruim. E entristece ver pessoas que conheço assim. Terminando amizades por algo que daqui uma semana ninguém mais vai falar. Espero que parem de falar e pensem em algo mais coletivo para lutar contra o verdadeiro inimigo que é a corrupção que todos os partidos tem. Por que dá medo ver esse ódio declarado e verdadeiro, que é pior, se manifestando por todos os cantos. 

          As pessoas andam me surpreendo muito... mas negativamente esses dias.
          

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Futuro não muito distante...




Calmo... sinto o vento batendo em meu rosto
enquanto estou olhando o tempo passar.

Vendo a vida indo embora, depois de tanto a usar.
Sozinho. Em um mundo frio e duro.
Onde as pessoas somem sem rastros deixar.

Morrendo aos poucos o futuro que criamos.
Por algo mais que não teremos quando tudo acabar.

Torço dentro de mim por mudanças. Cegas.
Por um novo rumo que poderíamos tomar. Arrumar.
Antes que seja destruído tudo que temos por deixarmos de aproveitar.

Olhe! Veja o mundo que tivemos antes do fim chegar.
E procure dentro de você o que realmente importou nesse tempo
antes que seja tarde para se lamentar.

Sinta! Viva! Sorria!

Por que o tempo está passando...
... e aos poucos as coisas somem...
... e nem um tchau vamos poder dar...

Sinto o vento batendo em meu rosto
sentindo o gosto corrosivo na boca.

Envenenando por dentro meus sonhos e desejos
enquanto tudo desmorona ao meu redor.
Nesse mundo que estamos criando sem nada sentir...
sem nada amar.

Solidão... este é o futuro onde consumimos tudo...
sem nunca realmente provar...

sábado, 18 de outubro de 2014

Ao meu lado, em silêncio!



Estou cercado nesse mundo que vivo.
De pessoas que tentam se aproximar por carinho.
Olho em seus olhos que anseiam amor e abrigo.
E o que vejo é apenas o tempo perdido.

Vejo a carência em seus gestos, nas suas palavras.
E nada adianta perante a mim.

Tolos!

Avanço sem dó ou remorso pelo campo.
Esmagando todos que param em meu caminho.
Deixando uma única coisa sendo ouvida por todos...
...os ossos quebrando do inimigo!

Todos... morrendo nesse dia.
Caindo por tentarem algo que eu não queria.

Por que tentam tanto mudar meu destino?

Grito pelos meus deuses! Pego minhas armas e luto!
Por um lugar onde quero apenas ficar sozinho!
Derrubando um por um pela minha liberdade.

Que posso escolher...
Sozinho... como ele quer...
... sempre!

Fique ao meu lado quem entende isso!
E em silêncio mataremos todos os inimigos.
Deixando apenas a presença um do outro explicar.
O que as palavras cansaram de tentar.

Este sou eu, coisa boa não é!
Este sou eu, o que posso fazer?




sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Sempre a mesma coisa... limites a se passar.


          Gostei de ter postado dias atrás algo no blog depois de tanto tempo deixando de lado. Tinha até colocado na cabeça que não seria mais o blog. Então ia jogar ele aqui e deixar ele para o tempo dar um jeito.

          Nem sei o que falar... acho que como faz tempo que não entro, tem tantas coisas que poderia falar de mudanças que aconteceu. Vou falar sobre algo que andou acontecendo comigo. Eu ando bastante por redes sociais. E decidi me dar a oportunidade de conhecer novas pessoas. Precisava disso, por que as atuais não estão sendo muito amigas ultimamente. Eu adoro fazer novas amizades, contrariando meu jeito totalmente na minha e isolado que adoro viver. E conheci muitas pessoas esses dias! Algumas a química foi de primeira! O papo fluindo maravilhosamente, do jeito que adoro. Falando de tudo. Sem escolher nada. Sabe, aquele papo que não existe praticamente interrogações... muito bom isso! Mas teve outros que acabam incomodando. Eu sou atencioso! Gosto de ser educado com as pessoas, por que quero que sejam comigo. O problema é quando querem forçar algo... não foi uma ou duas que fizeram isso. Foram várias! E isso dá um desgaste enorme...

          Eu sou uma pessoa que ama minha privacidade! Quando digo privacidade, deixe destacado isso e em letra maiúscula! Sou na minha, de ficar no meu canto! Odeio quando ficam me cobrando algo! Odeio quando ficam insistindo em algo! Pessoas que querem cruzar o limite que deixei. Pessoas que ficam insistindo em querer que eu dê atenção, para namorar. Qual é pow?? Odeio que ficam insistindo em algo que se na primeira, segunda, terceira, quarta vez não dei retorno, insistem em continuar. E anda acontecendo muito isso! Sou uma pessoa 8 ou 80... tem dias que estou super animado, como outros que estou cansado. Mas como sou atencioso, falo com as pessoas e elas acabam abusando dessa minha ação. Algumas querem atenção e ficam mandando 20 recados. Questionando esse meu jeito. É complicado e até entendo as pessoas que não me conhecem ficar questionando isso. Mas vamos com calma né?

          Outra coisa que me irrita é insistir em cam! A pessoa não quer falar comigo... quer me ver... e pode ter certeza que vai ser negação do começo ao fim agora! A cam eu ligo quando estou confiante na pessoa. Quando sei que não terei problemas ou perturbações. E várias ficam pedindo... insistindo... questionando o por que de não ligar se tenho. Quer dizer que só por que tenho, vou ligar para quem pede? Por favor...

          Eu quero amizades novas, por que as que tenho não estão correspondendo o que quero! Mas as pessoas novas que conheço, são poucas que realmente estão valendo a pena...

          Dai vc não corresponde e você é classificado como metido... esnobe... folgado e ai vai...

          Sou uma pessoa muito, mas muito acessível! Qualquer um pode falar comigo, desde que não cruze a linha. Sou simples e direto com as coisas que falo. Se perguntar, eu falo! Dai assim a pessoa para de fazer essas coisas, que só queimam ela comigo. Entendo que querem saber sobre mim... conversar... conhecer. Mas tem certas atitudes que você sabe que não é isso que querem e que no final chega onde não quero. Se não querem algo que quero... eu paro de falar! Respeito sabe! Me colocando no limite que me deram! As pessoas deviam fazer isso também...

         

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

O mesmo caminho... sempre...




E novamente estou aqui... sentindo... 
vivendo um sentimento que a tanto tempo não vejo.
Mais um vez nessa estrada que conheço tão bem.

De longe vejo a dor que ela causava em todos.
Achando que nunca voltaria a cruzar por ela...
... que nunca sentiria a dor que ela trás...

... ... como sou tolo!

Novamente entro nela sendo guiado por um cego.
Que a cada batida que dá, me leva para um lugar.
Perdido! Sem saber o que fazer!
Batendo na barreira invisível que não me deixa passar.

Dói!

E a carne rasga em meu peito, quebrando meus ossos
até chegar no meu núcleo, esmagando ele a cada frustração
que o caminho me trás.

Pensei que tinha aprendido o caminho...
... mas vejo que continuo esquecendo o sofrimento
que entrar aqui me faz.

Por que ainda tento isso?

Cruzo esse caminho, tentando mostrar o meu valor.
Esquecendo que nesse lugar tantos fazem o mesmo.

Morrendo sem nunca poder ter esse sentimento que desejam viver... 
... e a vida não deixa provar....

... deixando tudo em vão...



terça-feira, 11 de março de 2014



E meu amor, único amor, está sempre batendo dentro de mim!
Tentando viver novas vidas, novos amores.

Mas no final, fico só, por que é você que desejo!
E você que amo!

sexta-feira, 7 de março de 2014

          

Ando meio cansado esses últimos dias!
Acho que enjoei de escrever nesse blog!
         

quarta-feira, 5 de março de 2014

A corrente do passado



Ao sul vejo você, sentada passando o tempo.
Sentindo o calor de um amor que foi, mas presente sempre você faz estar.
Deixando o passado e presente unidos, sem o futuro chegar.
Esquecendo tudo em volta, onde eu quero uma chance tentar.

Como a distância de ver você tortura meu caloroso coração!
Que deseja ter você nos braços, nossos lábios juntos no amor e na paixão.
Aquecendo nossos sentimentos, onde o frio não nos causa nenhuma preocupação.

Me chame de onde está, dama do gelo! 

Faça queimar meu corpo, por esse sentimento, sem nenhuma ilusão.
Dando para mim essa chance, e essa chance não perderei, pois ela é
suficiente para demonstrar meus sentimentos sem medo, sem hesitação.

Lá, vejo você bem longe no frio, chorando por um amor.
Construindo castelos de um reino, sem rei para reinar seu coração.
Deixando distante aqueles que querem um momento, de mostrar seu valor.
Reinando ao seu lado esse mundo, sem palavras geladas, sem ausência, sem negação.
Juntos, onde o sentimento pode derreter toda essa muralha que constrói.
Protegendo alguém que se foi, e a deixou no tempo esperando com dor.

Vejo ao sul, minha rainha do gelo! 
Torcendo que ela me veja, para uma chance tentar.
Dando meu calor em sua vida, para o amor ela provar.
Sem solidão, sem frio no coração.

Onde juntos vamos mostrar, que o passado é apenas uma opção.
E o presente está aqui, onde meu amor quero dar, junto com meu coração.

Filmes 56 - 2014, parte 03

          E aqui estamos para mais uma postagem sobre filmes, que aliás, realmente foi monstruosamente bem aproveitada nesse carnaval! Assisti tanto filme, que minha cabeça está explodindo de informações e histórias. A pena que são poucos que realmente são novos para poder comentar, já que abusei de clássicos e mais clássicos nessas escolhas. Mas vamos deixar de conversa e falar dos filmes que assisti nessa parte 03, dos filmes novos que assisti em 2014.

          ***Robocop (Robocop 2014) - Um remake esperado por praticamente todos os interessados em filmes de ação e fãs do filme clássico. José Padilha deixou bem amostra seu estilo de filme nesse remake. O engraçado que o mundo mostrado no primeiro Robocop, lembra muito o que o Padilha faz em seus filmes. Sociedade decadente. A exploração do homem pela indústria, pela máquina, tirando sua vontade, suas decisões. A lei sendo engolida a força. A luta da máquina pela sua humanidade, sabendo que perdeu tudo que era, mas mesmo assim tenta continuar. Tiraram a violência, mas isso até é aceitável por que os tempos são outros.
       
          ***Pompéia (Pompeii 2014) - Ao contrário daquele Hércules fajuto que vi da última vez, esse é muito legal. A história mostra os últimos dias de Pompéia, antes da sua destruição. Então, quem gosta de desastres naturais, lutas em arenas, romance, esse é seu filme.
       
          ***A caça (Jagten 2012) - Muito bom esse filme. É aquele tipo de filme que vc fica realmente pensando o quanto uma mentira pode se tornar verdade, ainda mais por quem que falou ela. E isso pode simplesmente acabar com a vida de uma pessoa. É ótimo o filme Mad Mikkelsen está muito papel. Ótimo filme, de verdade.
       
          ***Caçadores de obras-primas (Monuments Men 2014) - Eu gostei do filme. Achei ele bem natural desenrolando a história desse grupo de "soldados" de vários países, buscando recuperar obras roubadas pelos nazistas. Não é um filme de ação, então não esperem eles entrando no meio de combates. São pessoas comuns apenas tentando recuperar o que pertence a humanidade antes que sejam destruídas ou perdidas no tempo.
        
          *** Crows Zero (Kurõzu Zero 2007) - Eu adorei! Eu conhecia o anime. Sabia do mangá. Mas o filme, esse realmente surpreendeu. O que mais me chamou atenção é que os atores são muito parecidos com os personagens no mangá. As lutas são ótimas. E a história de um jovem que chega em uma escola dominada por gangues. E para ser o mais forte de todos, tem que ir subindo na hierarquia. Lembra muito coisa de videogame. Chefões. Eu gostei demais! Sem nada apelativo nas lutas. Luta de homem. Soco. Chute. Cabeçada. Sem regras, mas com honra. Sangue. Luta de verdade! Me deu vontade de começar a ler as histórias, por que realmente gostei. Quem curte esse tipo de coisa, é um prato cheio.


          Bem, quem assistiu algum deles e quiser deixar seu comentário aqui, para ter uma conversa sadia a respeito. Seja bem vindo!

          Abraços e beijos! Fui!

terça-feira, 4 de março de 2014

Diferenças

          Boa tarde para todos!

          Ontem foi uma overdose de filmes que acabei ficando doido de tanto assistir. Assisti vários filmes de terror clássicos: Mestre dos desejos. Sexta-feira 13. Contos de Stephen King. E alguns outros que se tornaram bem cults como Pulp Fiction, Donnie Darko, Clube dos cinco, entre outros. Aliás sobre esse último que fiquei mesmo pensando muito. O filme é de 1985 e mostra tanto 2014 para nós. Cinco tipos de adolescentes, comuns nos dias de hoje, juntos, com seus mundos diferentes, mas com coisas em comum que nunca quiseram ou se importaram em saber. O nerd. O esportista. O machão marginal. A Princesinha. A estranha. Todos com suas diferenças, mas no final tão iguais.
          E isso me fez voltar para a época de escola. Eu nunca fui nenhum desses. Talvez o estranho seja o mais próximo que poderia ter chegado. Mas nunca sofri bullying, por que em algumas coisas de esporte me destacava. Ou uma vez ou outra tirava notas boas. Sempre andei no limbo de todos esses tipos. Interagia com todos, mas ao mesmo tempo, ficava longe deles. No esporte nunca tive carisma ou simpatia dos atletas mesmo da classe. Sempre ficava no time dos "estranhos".
          Quando era algo individual, como as lutas que tinha, me destacava e todos lembravam de mim. Tanto que colocaram meu apelido de açougueiro, por que sempre que tinha luta, não pensava duas vezes em quebrar a pessoa. Como nerd eu me destacava quando me interessava o assunto, não sou aquele cara de querer agradar professor, ou realmente seguir as regras, tirar notas altas e todo mundo ficar olhando. Eu tirava o que importava para continuar. A questão de ser melhor ou não só importava a mim. E o conhecimento que eu quero, apenas eu podia procurar para saber. O marginal nunca foi meu estilo. Cabulei aula uma vez na minha vida apenas para minha mãe me trocar de uma escola, para voltar para a antiga que eu estava. Nunca fui de arrumar suspensão. Bilhetes da diretoria. Talvez o que mais recebia era bilhete para a mãe assinar, por que esquecia de fazer os deveres. Brigas evitava. Evitava me expor. Não entrava em briga dos outros. Apenas queria que a aula terminasse para voltar para casa. Nunca fui popular! Então nem sei o que é ter as pessoas atrás de você idolatrando e babando, como se eu fosse um deus. E o estranho... esse era o que mais me identificava! Nunca ia na onda dos outros. Escrevia e pensava o que tava afim. Ficava no meu canto, com meus gostos, interagindo com pessoas excluídas, geralmente os nerds. Não tinha meu espaço realmente completo em nenhum lugar. Sempre andando pelas tribos, como se fosse um fantasma. Talvez isso que fez que não sofresse bullying na escola. Era forte suficiente para me proteger, se algum idiota quisesse arrumar confusão. E esperto suficiente em algumas áreas para os nerds não ficarem rindo quando andava com eles.
          E por isso que eu me identifico tanto com esse filme. As pessoas ficam com medo da pessoa  x ou y. Mas nunca se importaram com quem realmente ele é. Ficam presas em seus julgamentos, no que as pessoas falam, e perdem várias oportunidades de conhecer pessoas legais. E o triste disso tudo, é que ainda hoje, exista separação e descriminação como vista no filme. Existe essa separação quase obrigatória, onde você escolhe um grupo e se tentar sair dele, está ferrado. Já andei por tantos grupos, que atualmente eu falo que o grupo que ando é o meu! Meu gosto, minha opinião, meus pensamentos. Se você não gosta, tudo bem, é seu direito. Mas que seja a sua opinião essa e não dos outros. E o filme mostra essa união obrigatória por causa da detenção e sem poder fazer nada, acabam se conhecendo. Vendo que por mais diferente que eles fossem, tinham problemas iguais. Que no final não eram tão diferentes assim. Para mim devia ser obrigatório esse filme em escolas.
          O que posso falar é se separar por tribo é uma opção e tem que ser respeitada. Mas julgar o outro por não ser da sua turma, uma completa babaquice. Conheça primeiro a pessoa antes de sair atacando as pedras. Você pode achar uma pessoa legal e interessante do outro lado.

segunda-feira, 3 de março de 2014

Juntos



O tempo passa e os amores vão e vem.
E meu coração sincero jamais fugiu e nem te esqueceu.
Em seu braços agora estou, e assim vou querer, sempre.
Sem medo ou dúvidas agora por esse amor, lutar irei.

Olho o tempo que passei seguindo a vida, e agora retornei.
Para um ponto onde queria ter ficado, e agora você diz e ficarei.
Com você, apenas você, nessa história que temos que continuar
para mostrar um final feliz, por amar, por escolher.

Vamos meu amor, nossa história começa agora.
Sabendo que podemos tudo fazer, sem nada temer.
Diante de todos os obstáculos iremos lutamos, vamos.
Por que assim tem que ser.

Sem esconder o que sentimos do mundo, de um para o outro.
Batendo forte os corações, querendo toda hora esse momento ter.

Longa viagem terei para ter você em meus braços.
Lutando com amor e vida contra meus inimigos, o tempo.
Esperando voltar todos os dias em seus sonhos
prometendo que te amo.

Para quando meu navio atracar, ver que está lá meu amor.
Para abraçar, dar um beijo e viver.

sábado, 1 de março de 2014

Adagio - The Darkitecht



THE DARKITECHT

Standing at the edge of life, questioning the moon,
Riding some black unicorns, shadows will come soon
What will be my face tomorrow,
Will I crawl on sand?
Is there any known feeling, on this mourning land?

Cold winds whipping my back,
Throrns handcuffs sharpening my wrists,
My dreams are fading away
Winters light is failing away,

I am the star charmer, the spell keeper,
Bound to me, all the chains to reverie
Open, the main door if you find the key,
But remember, your memories belongs to history

Progenies of night and moonlight,
Dancing towards me
A dark black and hazy waltz,
With a frightening melody,

The road is long and sad,
I'm alone out in the cold,
Thought I was going mad,
Maybe I'm simply getting old

Cold winds whipping my back,
Throrns handcuffs sharpening my wrists,
My dreams are fading away
Winters light is failing away,

I am the star charmer, the spell keeper,
Bound to me, all the chains to reverie
Open, the main door if you find the key,
But remember, your memories belongs to history

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Pela sua fé



Trema chão que caminho, bebendo o sangue oferecido.
Ouvindo o grito do meu inimigo, a cada coração partido.
Oferendo para os deuses as cabeças, mostrando no rosto o sorriso.

Avance cavaleiro! Mate um! Mate dois!
Não deixe ninguém em pé nesse campo maldito.
Corte! Degole! Esmague! Perfure! Massacre todos!
Manchando de vermelho o tabuleiro, com a vida e a morte.
Escrevendo com honra sua história na derrota do inimigo.

Ouça! Ouça os gritos! Ouça o chamado divino!
Com os tambores incansáveis tocando, avançando todos triunfantes.
Gritando com sangue e glória cada cabeça rolada, cada inimigo caído.
Limpando sua alma, pelos pecados cometidos!

Não pergunte o por que, cavaleiro!
Carregue o peso no braço, com lágrimas no corpo escorrendo na terra..
Fedendo o sangue em sua boca, a ferrugem no coração.
Pintando a mão de vermelho, apodrecendo sua devoção.

Ataque cavaleiro! Não pare!
Machuque os outros pela sua dourada jornada.
Pela sua santa terra, sua sagrada nação.
Tirando de todos o que tem, tirando de você o que pegou.
Empobrecendo sua busca, por sua tola ambição.

Esmague suas armaduras! Rache seus crânios! Perfure seus olhos!
Não deixe nenhum vivo, por escolhas do seu rei, com medo de retaliação.
Quebre seus ossos! Perfure órgãos! Destrua suas vontades!
Pela sua fé, que nenhum outro tem, e absoluta é na vida de todos sem rejeição.

Sem culpa! Sem pecados!
Pelos deuses que estão sorrindo.
Pela maldade feita pelas suas mãos.

Desenhos...desenhos...

          Estou aqui olhando para uma coleção de desenho que tenho (How to Draw and paint, da coleção Walter Foster), e comecei a viajar no tempo. Foi uma coleção que meu pai comprou para mim e vejo a quanto tempo que eu desenho. Devo ter ganho essa coleção com 8..9... talvez 10 anos de idade. E vejo o quanto de potencial eu jogo fora durante todos meus anos.
          Cresci lendo Marvel Comics com meu irmão. Então praticamente ficava pegando os gibis e desenhando o que eu via. Arthur Adams, John Byrne, Frank Miller e tantos outros. E atualmente ando apaixonado pelos desenhos de Dean Yeagle e Glen Keane. Eu honestamente nunca pensei que desenharia cartoon, já que desenhei praticamente a vida toda o estilo de hq como as da Marvel e DC. Mas vendo esses desenhos de traços limpos (não que nas hqs não tenham), realmente fiquei apaixonado.
          Engraçado que quando eu comecei a pensar em cartoon, eu comecei a olhar todos meus personagens feitos e tentando colocar cada um nesse estilo. Nunca pensei em dizer isso, mas por mais que as regras gerais de desenhos serem aplicadas em qualquer estilo, cartoon é difícil demais de fazer! Você fica tão acostumado com aquela anatomia detalhada, sempre com a ordem exata das coisas. E vai para o cartoon onde a liberdade e a quebra das formas é tão mais acessível, você acaba se perdendo. É quase um começar de novo isso!
          Tirando isso, fico pensando nesses desenhistas todos que gosto: Olivier Coipel. Adi Granov. Mark Brooks. Jim Lee. David Finch. Stanley Lau. E muitos, mas muitos outros e vejo que esse meu lado cartunesco tem muita referência também. Gosto do Dean Yeagle (Mandy Godiva) e Glen Keane (ex-animador da Disney). Gosto dos desenhos do Skottie Young. Jim Davis (Garfield). Alberto Uderzo (Asterix). Bill Waterson (Calvin e Haroldo). Maurício de Sousa ( Mônica). E olhem como são diferentes os estilos. Claro que cada desenhista tem seu estilo, tanto que em hq você facilmente enxerga isso. Mas no cartoon você não tem uma regra definida. A criação está muito além do que você pode imaginar. É algo que realmente tem me encantado muito!
          E juntando tudo isso, tem o fato de gostar muito de escrever. E crio histórias e mais histórias de fantasia, super-heróis, vampiros, só viajando nas idéias e colocando elas no papel. E continuo vendo quanto potencial estou jogando fora. Olho para o meu lado esquerdo e vejo vários papéis aqui, com coisas escritas que sempre vou anotando quando vem algo na cabeça. Enxerga um enorme quebra-cabeça que quero montar, tentando deixar minhas histórias mais lights em relação as guerras e mais guerras que escrevo. É complicado, acreditem! Pode até parecer simples enxergando por fora, mas na minha cabeça tenho um livro feito, onde violência em um mundo de fantasia é normal. Guerras é evento do dia a dia. E quero transformar isso em uma história acessível para menos de 12 anos. Criatividade, cadê você?

          Estou olhando pela janela a chuva chegando junto com o carnaval e dá aquela animação de respirar fundo e começar a organizar essas histórias. Ver qual é realmente o tipo de desenho que vou focar. Que venha o carnaval e com ele muita produtividade para mim!

          Desejo para todos um ótimo carnaval. Que aproveitem da maneira que escolherem, com juízo claro! Eu como odeio carnaval, vou aproveitar para fazer o que gosto. Ler, jogar, escrever, assistir algum filme e penso em algo mais depois. Beijos e boa festa todos!

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

A Copa está chegando

          A Copa do mundo está praticamente ai já e o que podemos dizer dela é que ilusões são jogadas ao vendo pelo governo e poucos meios de comunicação realmente pegam pesado na crítica. Vemos aquele falso manifesto de alguns que falam de roubo, uso público de dinheiro, falta de investimento e tantos outros problemas e nada é feito a respeito.  E essa total falta de vontade de ter justiça no país, que está me fazendo até de nem querer assistir essa copa.

          Bem, a primeira coisa que vou dizer aqui é FO-DA-SE o patriotismo! Não entrarei em detalhes sobre minha opinião. Mas deixando bem resumido aqui: Eu sou terráqueo, e enquanto existir essas brigas territoriais escrotas, esse planeta nunca vai ser arrumado! Ponto! Bem resumido mesmo! E falo isso, por que eu torço para a Itália! É, um brasileiro torcendo para outro país, que feio! Feio o cacete! Mas outra explicação bem rápido do porque: Eu comecei a acompanhar futebol na Copa de 90. Ela foi na Itália! Eu senti aquele clima do povo torcendo e me identifiquei totalmente com eles. Tanto que torço apenas para o Milan e nenhum time brasileiro. Ponto! Sem detalhes. Sem falar de descendência e os cambau. Agora que deixei claro para quem vou torcer nessa Copa, vamos falar realmente dela.
          A única coisa que penso sobre a Copa, é que se o Brasil não ganhar, onde o governo vai arrumar o circo para o povo comemorar? O pão eles dão direto, e como o povo estava realmente ficando descontente com toda a putaria que anda acontecendo ( de todos os partidos), precisou o nosso "deus" Lula arrumar essa Copa para distrair a massa. Por que cá entre nós, quem em sã consciência ia fazer uma Copa, que gasta bilhões, sendo que esse dinheiro poderia ter sido usado na saúde, educação, segurança, o que fosse. Mas que seria usado para o povo evoluir. Só um louco para fazer isso, cá entre nós. Não vou nem falar muito, por que vai que o pessoal lá cai matando em cima de mim por isso. Manifestações direto contra os gastos da Copa. O povo não está aguentando mais tanta roubalheira acontecendo. Tanta impunidade rolando solta. Políticos condenados, sambando na nossa cara e saindo das suas punições na cara de pau. Violência aumentando a cada dia. Abuso de poder. Crimes rolando solto sem a lei condenar. E povo só tomando no @#$%. Só tomando. Mas esquenta não, que a Copa tá chegando. Tudo vai melhorar. Tudo será festa. Brasil vai ganhar e seremos felizes como antes. Tudo vai sumir. Problemas? Que problema mermão, o Brasil é Hexa!
          Mas eu sinto essa Copa mais com desgosto, do que orgulho! Sério, eu amo futebol. Acho que o Brasil ganha essa copa nas costas pelo time que tem. Mas é uma pura ilusão. É aquele tipo de coisa que jogam para você esquecer dos problemas. Ou você não acha que o povão vai torcer, curtir, pular de felicidade a cada gol do Brasil? Claro que vai! Nem falo isso por estarem torcendo pelo Brasil. Falo por que o povo é totalmente alienado. E os governantes adoram isso! Sem estudo, povo não aprende. Sem aprender, não sabe como funciona as coisas e como brigar pelos seus direitos. Governantes enrolam o povo com migalhas feitas, fim! Ou acha que essa Copa é realmente por que o povo precisava sentir como é fazer um evento deles? Aham... a Cláudia tá tem chamando para sentar com ela ali....
          O triste é ver pessoas que apenas querem curtir. E pensar que a Copa está ai, está chegando com tudo uma maravilha. Bem, com certeza estará perfeita nas regiões próximas aos estádios. Tem que passar uma boa impressão para a gringaiada. Isso foi feito em outras Copas e não será aqui diferente. Mas é o investimento? O transporte que disse que ia melhorar? Hospitais para suportar esse tipo de evento? Segurança? Na Copa tudo estará perfeito, mas e depois? E o legado para essa Copa? Para muitos é o Brasil campeão. Chupa Argentinaaaaaaaa. Ééééééé....

          A Copa está ai! Não tem como evitar! Sabemos que todas as promessas feitas, praticamente nada foi realizado! Fomos enganados! Estamos sendo roubados com toda essa grana usada! E vamos pular felizes a cada gol do Brasil! Vamos? Eu não! Gostaria que não tivesse a Copa, para ver investimentos em outras áreas carentes que temos... mas... futebol... paixão nacional... rumo ao hexa! Hexa!
       

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

O que os olhos veem

          Hoje assisti o episódio novo do Almost Human. E falou de um tema que geralmente comento por aqui. Amor.
          A história do episódio 12 mostrou assassinatos ocorrendo, onde suas vítimas era cromos (seres perfeitos). Nisso começamos a ver a Valerie que é um cromo, interagindo com outros da mesma "espécie" para tentar se achar ou se colocar nesse mundo. E John e Dorian correndo atrás do assassino. Que estava se modificando, roubando partes dos rostos das vítimas, para ficar bonito e agradar a pessoa que ama.
          
(SPOILER, continua se quiser)

          Mas o que pegou é que a pessoa que amava ele, era cega e tudo que ele fez; todos esses crimes cometidos, não adiantou em nada. Por que a moça era apaixonada pelo interior, pelo que ele era. E ele destruiu isso pelo externo, por achar que ela se importaria mais com a beleza dele, do que ele era por dentro. E quando descobriu isso, viu que existe sim pessoas que se interessam pelo que você é por dentro e decidiu se matar por tudo que acabou fazendo.

          Vejo isso acontecendo muitas vezes. Algumas comigo. As pessoas desejam tanto uma pessoa legal. Inteligente. Humorada. Carismática. Amiga. E tantas outras coisas, mas para muitos, o importante é a beleza externa. Eu não serei hipócrita, e digo que procuro pessoas que tenham a beleza externa que desejo. Mas dizer que ela vai ou não realmente estar comigo, depende de outros fatores, que são da sua personalidade. Não acho ruim as pessoas se interessarem pela beleza física, mas manter isso, apenas isso, acho muito vazio.
          E o que vi nesse episódio e que as pessoas se preocupam muito, é que a beleza conquista. Que abre todas as portas que você deseja. E não importa os meios que você atinja isso, você vai lá e faz. Não é pela sua saúde que você busca. Não é para se sentir melhor. É muitas vezes pelo ego, pela aceitação. Por que atualmente as pessoas são seletivas. Acredito que sempre foram. E honestamente não é algo ruim isso! Eu mesmo procuro ter contato com pessoas que tenham interesses próximos ao meu. Eu não vejo problemas em ter amigos com gostos diferentes. Acho isso até interessante no ponto de vista de aprender. Se quero ter uma opinião até sobre os meus gostos, preciso ver os dois lados para poder escolher. O que é a beleza externa? Será que o meu gosto é o padrão da sociedade? Existe casos de amigos meus, de serem totalmente ignorados e outra amigo mais atraente ser aceito facilmente. E esse amigo rejeito ser um cara bem mais legal e interessante pelas coisas que ele sabia, do que o outro mais bonito.
          Estou vendo isso no ask! Gostei de pegar ele como referência, por que você realmente enxerga muita coisa acontecendo, que as pessoas simplesmente aceitam ou deixam passar. Mas no ask, você vê pessoas lindas todas cheias de fãs, curtidas e declarações amor, mas sem nenhum conteúdo! Perguntas interessantes sendo perguntadas e uma total falta de vontade ao respondê-las.  E vai ver, um "sei lá" ou "eu vou saber" tem mais de 100 curtidas, do que outra pessoa que respondeu realmente a mesma pergunta e tem 10 curtidas. O lindo, o descolado é realmente o padrão certo para hoje em dia. Essas mesmas pessoas que curtiram essas respostas sem sentido, iriam se relacionar com esse tipo? Parece que as pessoas querem algo mais, mas procuram se basear nas regras da sociedade ou do seu grupo de amigos.
          Está certo que o episódio foi quase um "quem vê cara, não vê coração" colocando a mulher cega. Será que se ela enxergasse, ela realmente continuaria falando com ele daquela maneira que falava? Ou iria aceitar ele da forma que era? E ela escondeu que era cega dele, até o encontro, por medo de rejeição! Não sou culpado por ser feio! Ser cego! Gordo! Anão! Não tem motivos de rejeição, se eu posso ser interessante por tudo que sei ou sou. Não precisa trocar pelo cara descolado ou bonitão que tem nem 1/5 do que tenho de qualidades.
          Mas sabe o que mais dói! Tudo, mas tudo que foi dito agora, é questão de gosto! Muitos irão achar que ela está ignorando. Que ele te acha feia. Mas é questão de gosto! Não acho certo a pessoa simplesmente ignorar outra, por ela não fazer o tipo que interessa a ela. Isso acho uma tremenda falta de caráter. Eu falo com todos, não importa o que seja. Eu tenho minha opinião e gosto formado. Isso não vai mudar. Mas não me impede de conhecer pessoas diferentes. Eu entendo esse tipo de pessoas, por que ser ignorado e rejeitado já aconteceu muito comigo. E por ser nada descolado, ser completamente colocado de lado.
          As máscaras são usadas para uma falsa felicidade. Achando que ignorar outras pessoas e ser aceita por outras é incrível. É um passo a mais. Se sentir desejada por muitos, mas no final, querem apenas a beleza que você quer mostrar, e não o que realmente é. As máscaras sempre caem, e essa beleza um dia se vai. E depois, o que vc vai fazer?
       

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Senhor da escuridão




Olho pelo espelho do destino meus caminhos, e eles me levam a você!
E duvidando da minha essência, luto pela liberdade de um amor declarado.
Amor amaldiçoado pelo meu deus! Caído, traído. Que ironia.
Séculos me negam a felicidade, com chicotes no meu caminho.
Arrancando minha pele no banho de sangue dessa fé possessiva.

Ah trevas que habita meu peito, onde está meu amor por direito?
Negado por todos nessa vida, sem um sorriso, um olhar ou um beijo.
Afundando meu corpo na solidão. No meu castelo. Nesse tempo que agoniza.

Deus, deus seguido por todos, mas vingativo. Por que me nega o amor?
Confronto a ti, amaldiçoado e caído, por aquela que me tiras em vida.
Negando-me até em morte seu toque, deixando-a perdida.
Nos braços do seu filho caído, sendo que ela é minha.

Sinto essa dor tortuosa na escolha que cai em meus ombros.
Cuspindo nos seus pés da humanidade por tirar minha cria.
Tirando tudo que eu tinha, apenas por ambição e tirania.

Onde está a segunda chance, deus bondoso? 
Disfarçando a esperança, nessa máscara divina.
Engana todos, com promessas e alegria.

Olho o que fiz por você em vida e caído, vi que nada servia.
Abraçando a escuridão da minha alma, pela sua promessa, sua mentira.

Eu sou seu erro! Seu pecado! Sua sina!
O mal encarnado em fúria e vingança, por sua história obedecida! 
Aquele que o amor nega, tanto em morte, como em vida!

Olhe as sombras daquilo que cria, deus bondoso!
Por que estou observando sua arrogância , nessa amaldiçoada prisão.
Onde a escuridão é meu domínio. Senhor de tudo em que a alma é perdida.
Sentado em meu trono esperando meu amor, onde o tempo morre e se inicia.

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Chance de ser feliz

          É tão gostoso seguir em frente, e ver que você acha outra pessoa, que realmente é interessante, tanto que você quer ao lado dela estar! Podendo conversar com ela sem ficar escondido. De realmente conhecer ela aos poucos, mesmo que seja numa conversa boba, ou naquela que realmente nos faz pensar. Sabe aquela sensação de realmente se importar com o que ela é. Saber coisas que talvez nem façam diferença amanhã. Mas de apenas conversar e saber, torna elas significativas a ponto de você sempre lembrar.
          Bem, isso acontece comigo! E toda vez que converso com ela, uma coisa mais aprendo e aos poucos vou conhecendo ela. Está certo que sempre fico meio nervoso falando com ela, mas tento realmente deixar a conversa rolar e falar de todas as coisas possíveis. Deixando apenas levar.

          Muita coisa atualmente anda me dando insegurança, em relação a relacionamento. Mas falando com ela, me sinto tão calmo. Como coloquei na cabeça, vamos deixar rolar. Ver o que dá sabe. Sem criar expectativas. Vamos deixar conhecer. Ser você mesmo. Não esconder nada. Rir. Curtir cada conversa. E viver um dia de cada vez. Não depende só de mim para as coisas acontecerem. Mas acho que fazendo minha parte, já é um grande passo.
          Outra coisa que quero deixar sempre na minha cabeça, é que não precisa todos saberem dela. Não preciso espalhar. Não preciso deixar recados. Não preciso tornar isso um evento. É apenas eu e ela. Ela que precisa saber de tudo que penso. Ela que vou conversar e deixar rolar. Não preciso falar de felicidade, amor pelos cantos. Por que muitas pessoas não admitem ver outros mais felizes que eles próprios. Mas se esquecem que se estão assim, é apenas por causa deles mesmos. E se não der certo, segue em frente, que uma hora acha. Lembrei agora de um texto que tinha feito que falava algo assim. Não fique preso no que não te dá felicidade, segue seu rumo que uma hora alguém vai aparecer e deixar você feliz. Se a pessoa não te quer "Sai da frente que atrás vem gente!"
          Talvez isso possa acontecer comigo. Nunca se sabe. Mas é bom você enxergar que ainda existe uma estrada na sua frente. Vai querer ficar parado, esperando aquele que ficou atrás te alcançar? Ou você não acha melhor continuar andando e quem sabe achar alguém que possa te acompanhar? Para muitos é difícil, mas a felicidade não vem até você, se você não for até ela. Se deseja, tente. Lute. Tenha vontade mesmo de querer aquilo.Mas não fique parado preso em amores passados e felicidade vivida. Passou! Deixa a vida continuar...

          Eu fiquei feliz de saber que pessoas que sentem mesmo o amor, ainda são vistos de forma importante para muitas. E me senti tranquilo para poder dar essa chance para eu ser feliz, e assim conhecer essa pessoa que está sendo interessante para mim. Independente da pessoa, do sentimento, das suas ações, a vida vai sempre continuar. E precisa você querer se abrir para o mundo, ou se fechar no passado. Eu escolhi o mundo e o mundo me premiou conhecendo essa pessoa.
          Então, o que posso dizer sobre tudo isso é que não se apegue muito, deixando o amor controlar você. A relação é importante quando duas pessoas estão em harmonia, por que assim tudo acontece como tem que acontecer. Com ambos tomando as decisões, as palavras, os sentimentos e o principal, o amor. Se ame! Não fique preso em algo que não vale a pena. segue em frente, viva a vida. Conheça o mundo e deixe ele conhecer você. Seja feliz não importa o caminho que escolher. Por que existem pessoas incríveis lá fora, apenas esperando você encontrá-las.

          Estou feliz por ter encontrado essa pessoa! Agora é deixar rolar e ver no que dá.

sábado, 22 de fevereiro de 2014

Dominante




Deixe o corpo no chão para seu remorso comer.
Mastigando amargamente o que escolhe, o que esconde.
Com sorrisos manchados de felicidade, escorrendo até o coração.
Satisfazendo a natureza da sua necessidade, naturalmente claro!
Sem dor de assim matar mais um na sua refeição.

Mastigue as palavras, amargas palavras.
E conquiste seu mundo silenciosamente antes de dizer
que escolheu provar esse, por facilmente machucar, deixando morrer.
Calmamente rastreando seus passos, seus desejos.
Atravessando seus medos, derrubando indefeso no chão.

Sorrindo o sorriso dos inocentes, tão inocente.
Fazendo o que tem que fazer, naturalmente sem perguntar por que.

Deixe chorando no chão. Deixe no chão.
Rastejando sem pele, sem máscaras, sem alma.
Perdido, derrotado, quebrado.

Rodeie. Deixe seu rastro. Seus lamentos. Seus desejos.
Mostrando onde vai. Mostrando que tudo que perdeu, é seu. Em vão.
Fingindo ser o que era, deixando tudo por amar.

Mastigue, coma tudo. Está ficando frio.
Por que outra chegou. E você perdeu!

O amor goteja em seus dentes, sem todo ele provar.
Quebrando seu direito de ter. Seu direito de exigir.
Nesse território que é a vida. Onde a fome diariamente se sente.
E se não lutar, a fome vai te consumir.

Deixando os restos para você lamber, e se contentar assim.



Filmes 55 - 2014, parte 02


          Tentando recuperar esse tempo perdido que fiquei  sem assistir muitos filmes, estou novamente assistindo com mais frequência. Até filmes que eu tinha apagado da minha lista (romântico), estão novamente ai.

          *** Uma aventura Lego (The lego movie 2014) - Olha, é um filme bem legal de assistir com crianças. Eu adoro lego, mas não senti tanta animação assim no filme. As animações feitas em jogos do Lego, acho que eles exploram bem mais esse potencial criativo que eles tem, do que no filme. Talvez a história do filme eu não achei tanto assim. Nem vou discutir graficamente, por que é incrível. Mas não achei tanto assim.

          *** Hercules (The legend of Hercules 2014) - Nossa, honestamente, foi o pior filme do Hércules que já vi. Filme sem graça. A história é fraca. Tem poucas cenas mesmo de ação que você olha e fala que é o Hércules mesmo. Poucas cenas realmente empolgam no filme no quesito ação. E a história é tão parada. De boa, se quer filme sobre o Hércules, assista filmes antigos, por que esse realmente não tem nada de especial.

          *** Oldboy (Oldboy 2013) - Olha, eu realmente fiquei surpreso. Eu não pensei que um remake fosse ficar tão foda, como esse ficou. O filme sul-coreano foi incrível com sua agressividade exposta de uma forma tão pesada na vingança do protagonista. E o remake conseguiu manter isso, dando o ar ocidental de maneira impecável. A profundidade da história, ação, suspense, drama, estão todos lá. Vale a pena assistir! Você não vai se arrepender e vai querer conferir o filme sul-coreano se bobear para ver as duas versões. Muito bom o filme.

          *** Romeu e Julieta (Romeo and Juliet 2013) - O que falar desse filme que todos não saibam? Eu sou fã de Shakespeare e sempre gostei dessa história. Filme bem feito. Sem mudanças, sem frescuras. Para quem gosta da história, indico esse filme.

          *** Questão de tempo (About time 2013) - Eu achei até estranho quando li na sinopse que o rapaz consegue viajar no tempo. E fiquei aqui meio que um filme de romance/drama com ficção? Fui assistir. O filme é legal. Mostra muita coisa interessante de ficar olhando com atenção. O principal para mim é que a vida deve ser vivida cada dia como se não houvesse amanhã. E nos erros do protagonista. Nas tentativas de acertos. As consequências dessas viagens. É legal ver como tanto poder, tem que ser tão bem administrado para que não faça nenhum erro no futuro. Uma história muito legal.

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014




Amaldiçoada és tu, dama que rejeita o amor.
Abraçando o demônio que mastiga suas entranhas.
Que pisa infinitamente em seu líbido, sua desgraça.
Torturando os amantes infortunados nessa vida.

Cale-te antes de soltar sua ira em mim.

Respire fundo nas cordas que te enforcam e prendem dama.
Pois de certo o amor está em algum lugar, não perdido!

Mas a tola razão se torna infante em seu julgamento.
Achando que segurança, está em ficar em uma estante.
Limpada em cuspes todo dia por esse dono, seu dono.
Brilhando ao sol de dia, esquecida em um canto quando a noite inicia.

Amar amar amar fantasmas imundos.
Que arrastam correntes, que arrastam perfumes.
Deixando seu odor pelos cantos, deixando vidas não resolvidas.
Estripando os sonhos de um sono, saboreando sua outra vida.

Vai-te sombra! Vai-te se não quer meu amor!

E cale-se no tempo, onde sua coragem morreu diante do negado tesão.
Deixando o demônio colocando você de joelhos, sem nunca voltar e pedir perdão.
Diante daquele amor que negou, e assim sempre assombrou.

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Hoje, deixarei um poema que um amigo meu fez. E honestamente é um dos meus conhecidos que mais tem jeito para essa coisa! Ele manda muito bem e quem quiser ler mais, basta clicar no Íntimo Desespero.


Na pele restam somente marcas
fragmentadas, sensíveis, irritadas.

A alma mandou recado
E todas as palavras estão circunscritas no rosto
No peito.
No dorso.

A alma já não se cala.
E a cada dor
A cada pressão
A refração deteriora
Esta estética estéril
Desmoralizada.

Cavo, além de tudo
O infinito.
O simbolismo desta minha matéria.

Metaforicamente
Embora, cego
Ilustro ilusões nestes versos.

Quando no horror me debato
É porque esqueço a metafísica
do meu corpo alado.

(David de O.C.)

Ask

          A primeira vez que entrei em um site de pergunta e respostas, foi no formspring. A curiosidade foi maior e foi uma experiência bem interessante, se assim posso dizer.  Alguns amigos do formspring, tenho até hoje e gosto de falar com eles! Conheci uma pessoa que me envolvi. Me diverti e briguei muito nele. Aprendi que não existe um limite para o que falam por lá. O limite é você que faz, respondendo ou não. Muita roupa sua foi lavada por lá quando tinha e não me orgulho dessas coisas. Mas o mais divertido é que realmente foi bom no geral e isso que fez eu ter entrado no ask.

          Bem, primeiramente entrei no ask por causa da Kaká. Fiquei vendo tanto ela colocando no twitter sobre o ask, que resolvi ver o que rola. Bem, o que reparei é que continua a mesma coisa, forms, ask, é o mesmo esquema. Popularidade é importante. Curiosidade é o de menos. Então assim como no forms, tenho poucas perguntas. Mas as pessoas que geralmente iam perguntar, se tornaram meus amigos, por que realmente se interessavam em saber algo sobre mim. E assim, eu retribui a curiosidade de conhecer eles também. Anônimos por incrível que pareça são mais bonzinhos no ask, do que no forms. No forms tinha tanta pergunta de putaria, que nem tinha como responder ironicamente ou na brincadeira. No ask, pelo menos os que apareceram, perguntaram coisas até legais. O problema que ainda não embalei no ask. As pessoas que vi, pelo que li, estão lá para descontrair, não conhecer muito. Eu já gosto de perguntar, analisar a resposta. Pegar pequenos fragmentos e conhecer sem que a pessoa saiba que estou conhecendo. E o principal, realmente responder o que pergunta, sem fazer média. Ou procurar responder para ter curtidas. Gosto de me envolver nesses sites, com pessoas autênticas. E para minha felicidade, no ask, achei pessoas assim até o momento.

          Eu gosto de site de pergunta e resposta. Não tenho medo de responder o que perguntam, desde que não seja coisas pervertidas ou ofensivas com outras pessoas. Tento evitar também responder coisas muito íntimas lá. Acho que tem como me conhecer sem precisar apelar muito. E gosto muito de responder, por que acredito que quando perguntam, tem interesse de conhecer quem sou eu. É um site interessante para quem quer socializar com pessoas diferentes. Não é um site inútil! É inútil se você quer torná-lo inútil. Dá para tirar muito proveito dele, sem ser conseguindo curtidas e aumentando a popularidade.

          Para quem quiser passar no meu e conhecer mais um pouco sobre mim, que não estão lendo por aqui. Só clicar no CMFAY.

          Abraços e beijos para todos!

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Guardiões da Galáxia

          Vamos lá, depois de ficar esperando até a madrugada pelo trailer do filme dos Guardiões da Galáxia, ele saiu. E para mim, Marvel Comics está sabendo pisar por onde anda. A primeira coisa que posso dizer é que os personagens estão ótimos visualmente. Tirando o cabelo da Gamora, que é verde nos quadrinhos também, todos os outros estão idênticos. Alguns reclamaram dessas "cicatrizes" no corpo do Drax, mas ele tem nos quadrinhos isso, só que lá parece mais como tatuagens. Groot também achei muito bom, apesar de achar ele pequeno, mesmo na versão pequena dele. Espero que ele fique maior no filme. Starlord meus amigos falaram que deixou o trailer com uma pegada cômica, mas ele no começo da sua "carreira" era uma cara nem ai com as coisas, e como pelo que vi parece ser o começo mesmo dessa união, faz sentido ele ser meio besta. Rocket Raccoon é demais! Gostei muito do visual dele e com a voz do Bradley Cooper vamos ver como vai dar a alma no personagem. Groot terá a voz do Vin Diesel, eu achei uma boa escolha.
          Outra coisa que me chamou a atenção é a tropa Nova. Não deu para realmente dissecar ela pelas cenas, mas parece que serão meio que a autoridade absoluta da parada. Não que nos quadrinhos não sejam, mas parece que deu aquele ar de eles são a lei universal. Qualquer crime será respondido por eles sabe. Aparece no trailer a Nebulosa, a neta do Thanos e ela está bastante fiél aos quadrinhos também. Vimos o Colecionador. Acredito que vemos o Ronan rapidamente levantando o Drax no trailer, por que para pegar o Drax daquele jeito, só alguém poderoso como o Ronan. Tirando o ar cômico do trailer, ele realmente está bom. Senti firmeza no filme e acho que a Marvel sabe o que está fazendo! A cada filme está melhorando. E ela sabe exatamente o que os fãs querem! Não querem que fique inventando moda como a Fox e Sony estão fazendo. A Marvel está indo no caminho perfeito para o sucesso.

Agora vou deixar aqui o trailer, para que tirem suas conclusões:

       
          Para falar a verdade, fiquei pensando até na cena pós-crédito já. Tem tanta coisa que poderia acontecer. Poderia aparecer o Homem de ferro ligando esse filme com os Vingadores 3. Poderia ter o Thanos pegando a próxima jóia do infinito. Poderia aparecer o Nova para caçar eles. Poderia aparecer melhor os Krees. Tem tanta coisa que poderia acontecer, que você começa a pensar em tudo só assistindo esse trailer.
          Sério, a expectativa está no máximo com esses filmes da Marvel da fase 2. Tirando o Homem de ferro 3 que deu uma escorregada, mas que a Marvel está já mexendo os pauzinhos para arrumar isso. Que venha os Guardiões da Galáxia.

Ah, o carnaval...


 - Carnaval está chegando! Aeeeeeeee  \o/

- FODA-SE!


Sinead O'Connor - Mandinka



Mandinka

I'm dancing the seven veils
Want you to pick up my scarf
See how the black moon fades
Soon I can give you my heart

I don't know no shame
I feel no pain
I can't see the flame
But I do know Man-din-ka
I do know Man-din-ka
I do know Man-din-ka
I do

They're throwing it all this way
Dragging it back to the start
And they say, "See how the glass is raised?"
I have refused to take part
I told them "drink something new"
Please let me pull something through

I don't know no shame
I feel no pain
I can't
I don't know no shame
I feel no pain
I can't see the flame

But I do know Man-din-ka
I do know Man-din-ka
I do know Man-din-ka
I do
I do
I do
I say I do
Soon I can give you my heart
I swear I do
Soon I can give you my heart

I do
Mandinka
Soon I can give you my heart
Soon I can give you my heart
Soon I can give you my heart

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

O Cavaleiro - Humanos...


Imagem representativa

"Eu sou belo! Eu sou o rei!
Minha história diz isso! A história do maior de todos os dragões!
Idolatrado no céu e na terra. Pelos deuses e humanos.

Ah, humanos...
... invejosos e imperfeitos. Tentando me derrubar. Tentando subir no meu trono.
Arrogantes! Imundos! Fracos! Humanos!

Sujando tudo por onde passam! Destruindo! Apossando!
Achando que são dono de tudo que tocam! Mas no meu reino não!

Eu sou o belo! Eu sou o perfeito! Eu sou o poder encarnado!
Limparei o mundo dessa praga! Colocarei eles nos seus lugares!

Humanos...
...são todos descartáveis!"

(O cavaleiro, Sertring, o divino)

Ela interessa e fico sem reação

          Esses recomeços são tão difíceis!

          É até irônico eu dar um tremendo sermão em uma amiga minha, que insiste em esperar o telefonema de um cara que está nem ai com ela. Demonstrar mil e umas soluções para que ela fique bem e siga em frente. E quando o problema é com você, por que se interessou por uma pessoa, você fica totalmente perdido de como iniciar uma conversa.

          Muitas das inseguranças que acho nos problemas dos outros, deixo passar comigo. E não importa o quanto você consegue ler uma pessoa, achar suas qualidades, defeitos, seu modo de pensar e agir, ter um raciocínio rápido para achar falhas e caminhos para que faça a pessoa ficar bem. Quando chega em você o problema, pode ter certeza que você fica totalmente perdido, sem saber o que fazer! Odeio ficar sem reação! Odeio não ter soluções! E como faz tanto tempo que não faço isso, vejo que dou muita bola fora! Quando leio sobre comportamento, sempre vejo que faço errado as coisas. E pensar que era tão fácil ser você mesmo, sem errar tanto. Acho que é a insegurança que me faz errar. Ah meu... eu faço praticamente tudo errado, e isso não é nada bom.
          Tenho que voltar a ficar calmo quando estiver falando com ela. Parar de pensar em probabilidades e deixar acontecer. Preciso ser mais sociável, não que isso seja difícil, mas abrir o horizonte para a possibilidade de falar a respeito de muitas coisas. Voltar a procurar ler sobre as coisas, para ter assuntos. Ficar na minha, se tiver que rolar, será naturalmente. Ter senso de humor. Opinião sobre algo conversado, sem ficar sempre concordando com tudo dito. Se tornar um desafio, trazer mistério, ser interessante. A maioria dos problemas para conquistar uma mulher, é quando você tenta se tornar mais do que realmente é. Seja apenas o que você é. Não espere que ela dê bola para você. Tenho que lembrar que acabei de conhecer ela, não preciso ficar desesperado por um resultado. Tenho que conhecer ela! Esse é o segredo. Deixe apenas rolar, aprenda seu cabeça dura, conheça e curta cada segundo. 
          Acho que até faço certo muitas coisas, mas é o começo que realmente está me deixando inseguro. Uma pessoa nova, que não sei como vai reagir. Não tive contato para conhecer ela e conhecer seu jeito. Isso é um tremendo desafio para mim. Estava acostumado a ficar esperando mensagens, que quando me toquei, perdi totalmente o jeito de me relacionar com as mulheres. Converso tanto com minhas amigas, mas é tão diferente amigas e uma pessoa que realmente está se tornando interessante. Conversar com mulher, não significa que irá obrigatoriamente se tornar um amigo. Preciso lembrar disso! Meu problema está sendo querer apressar, e isso é só com o tempo.
          O que tenho a pensar sobre tudo isso que falei e repeti no text é que uma relação não se constrói da noite para o dia. Existe muitas coisas que leio que dizem para você fazer, você não fazer que acho até válidas. Mas o importante é você não ter medo de ser feliz. E se tiver que ser a pessoa, será. Mas preciso ter calma. Vamos conversar, deixar rolar sem pressão e colocar o tempo nisso ai. O problema que ando tão distante mesmo do que eu sou, que quando quero falar com alguém, quero sempre agradar. Cassius, garoto, olha no espelho e veja o que vê. É isso que você tem que voltar a ser, nada mais, nada menos. Apenas você!
          

"Sem medo vamos conhecendo, para só assim realmente a pessoa enxergar.
Passo a passo, sem pressa vamos conversando.
E quem sabe algo maior irá se tornar!"