terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Conversa com amigos


"Nunca saberemos a verdade"

          Conversando hoje com uma amiga, eu sempre demorei para pegar os pequenos detalhes das coisas que me interessam. Mas falando com ela, percebi que talvez nunca tenha conhecido uma lasca da verdade. Ou da situação toda que eu estava me metendo.

          É estranho você ver isso agora! Querer uma vida inteira, com algo que você nunca de verdade conheceu. Ou soube a respeito. Por que saber pequenas coisas, não são peças para se montar um quebra-cabeça. Ou desvendar um enigma. Precisa ir juntando as coisas, montando delicadamente cada parte obtida. Para no final você conseguir ler o que você tanto quer.

" Só se você for lá e nos desvendar esse mistério."

          Mas o tempo passando, meio nessa reclusão obrigatória, meio que a vontade de ter essas peças foi acabando. E isso não faz mais sentido... talvez nunca tivesse feito. E é até engraçado pensar assim, depois de tanta coisa que tentei. Fica meio que tempo perdido, ou simplesmente idiotice da minha parte. Porém, vendo a trajetória toda dessa história, posso dizer que nem foi idiotice da minha parte, por que existiu algo forte e sincero. E como a vida não é sempre o melhor, terminou do jeito que foi.

          Para que buscar peças, de um quebra-cabeça que nem quero mais completar?
          
          Eu gosto de pensar e falar sobre assuntos que tive experiência de viver. E mesmo falando que o passado está destruído e vida nova, ano novo, é importante você aprender com seus acertos e erros. Isso tem que sempre ficar conosco, a situação que você viveu. Não preciso de nomes ou pessoas nela, por que isso não importa no presente e futuro. Mas o que aconteceu sim! E vendo todo o histórico, posso dizer que antes fazia sentido, pelo que queria. Agora não faz mais. Talvez por que não me acrescentaria nada no presente e nem no meu futuro. E mesmo querendo sempre saber a verdade, não sinto falta dessa na minha vida.

          O importante é o que está presente com você! O que você vai carregar de agora em diante. Não as pedras que machucaram seus pés nesse caminho. Coisas boas ficam sempre. Mas tem coisas boas que você pode apagar da sua vida, que um dia você vai viver elas novamente. E conversando com essa amiga, ela me disse que sempre me falou a respeito dessas coisas e nunca ouvia. Eu dei minha explicação para ela, mas ela não importa aqui agora. Quem sabe no futuro.

          O que aprendi é que existem coisas que podemos deixar para trás, mesmo que elas tenham sido boas para você. Por que olhando adiante, você vai achar alguém para sentir elas de novo. E assim estimular você a montar o quebra-cabeças outra vez.

          Felicidade é a peça principal! As outras, deixa o tempo mostrar o que fazer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário