quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Psycho-Pass

          Vamos tentar animar vai...

          Assistindo animes por ai de madrugada, já que não tem com quem falar, e achei mais um que assisti e gostei muito. Ainda mais levando em conta a história contada. O interessante que é algo tão presente, tão comum hoje em dia o que acontece.

Shinya Kogami e Akane Tsunemori
          O anime se chama Psycho-Pass, e é um anime policial futurista que se passa em um mundo onde o príncipio de que "todos são inocentes até que se prove o contrário" não se aplica. O julgamento é dado por um sistema que analisa o estado mental das pessoas e as categoriza como potenciais criminosos ou não. É dada também uma probabilidade de "cura", de recuperação mental desses indivíduos. Caso essas pessoas sejam classificadas como irrecuperáveis, sua sentença pode ser a prisão ou a morte, mesmo que não tenham cometido crime nenhum. Como auxílio em suas investigações, a polícia usa um grupo de prisioneiros "especiais", chamados de Executores (enforcers), para ajudá-los a capturar ou matar esses indivíduos "não mais necessários". Akane Tsunemori é uma policial que acaba de ser transferida para essa divisão, mas ela parece não acreditar que existam pessoas irrecuperáveis.

          Primeiro, o anime me lembra o filme Minority Report, falando na pegada da história. E achei isso demais. A interação da Akane, chegando naquele mundo até então obscuro para ela, onde as regras são ditadas por um sistema. Aquela negação de escolhas dada na obrigação faz você questionar muito coisas que fazemos hoje em dia. O poder da vida e da morte facilmente colocada em questão, onde o principal julgamento é o programa Psycho-pass. Questiona muito os executores, que vendo nos dias atuais, seriam pessoas normais, mas por uma decisão ou escolha em situação de grande estresse, causaram escolhas difíceis na vida. Esse anime me fez pensar bastante se tratando de pessoas que aceitam escolhas de outros, sem lutar pelo que acredita ou deseja. E Akane é isso! Luta contra tudo que jogam no seu caminho, correndo atrás da justiça usando seus instintos.
       
Shinya Kogami e Shogo Makashima
Shinya Kogami e Shogo Makishima travam um duelo onde ideologias batem de frente violentamente. São verdadeiras peças antigas, lutando pela liberdade, em um mundo controlado por regras. Sendo que um expõem seus idéias de forma anárquica, tentando trazer a liberdade da humanidade e das suas escolhas. E o outro luta pela justiça, mesmo que para ela, ele seja apenas uma peça descartável por fazer escolhas e assim, quebrar o sistema psycho-pass. E no meio disso tudo, está a Akane, que tenta prender um incontrolável assassino e terrorista. E luta para que seu parceiro não cruze a linha limite da escolha e se torne uma ameaça para a sociedade.

          Esse anime me deixou pensando demais como somos submissos a tantas coisas hoje em dia. Como aceitamos de boa o que os outros querem, mesmo sabendo que isso vai machucar, causar problemas. E é até engraçado, que muita coisa que anda acontecendo atualmente, o anime explora. Se prestar atenção, você enxerga a atualidade facilmente. Aceitamos coisas ruins toda hora e simplesmente não fazemos nada, por que é a lei. Um ótimo anime se quer uma boa  história com muita ação.


Nenhum comentário:

Postar um comentário