quarta-feira, 8 de outubro de 2014

O mesmo caminho... sempre...




E novamente estou aqui... sentindo... 
vivendo um sentimento que a tanto tempo não vejo.
Mais um vez nessa estrada que conheço tão bem.

De longe vejo a dor que ela causava em todos.
Achando que nunca voltaria a cruzar por ela...
... que nunca sentiria a dor que ela trás...

... ... como sou tolo!

Novamente entro nela sendo guiado por um cego.
Que a cada batida que dá, me leva para um lugar.
Perdido! Sem saber o que fazer!
Batendo na barreira invisível que não me deixa passar.

Dói!

E a carne rasga em meu peito, quebrando meus ossos
até chegar no meu núcleo, esmagando ele a cada frustração
que o caminho me trás.

Pensei que tinha aprendido o caminho...
... mas vejo que continuo esquecendo o sofrimento
que entrar aqui me faz.

Por que ainda tento isso?

Cruzo esse caminho, tentando mostrar o meu valor.
Esquecendo que nesse lugar tantos fazem o mesmo.

Morrendo sem nunca poder ter esse sentimento que desejam viver... 
... e a vida não deixa provar....

... deixando tudo em vão...



Nenhum comentário:

Postar um comentário