domingo, 14 de agosto de 2016

Vaga lembranças de um lugar esquecido


Tão estranho esse lugar que estou!
Um lugar que por tantos anos andei
e agora andando sem rumo e conhecimento vago.

Um lugar onde batia tão forte esse calor 
do que chamamos de amor.
Agora apenas sinto o frio carnal da danação.
Um lugar, onde o que era belo, se tornou apenas
mais um dia sem emoção.

Sinto em alguns dias o sentimento voltando.
Mas mergulho no vazio sem respostas.
Sem atenção.

Como ser novamente um cavaleiro? 
Se tudo em volta se torna um objeto.

Vago. Procuro. Tento voltar a ser o que sou.
Mas sempre falho como tudo que sempre fiz.
Ah, como serei eu se nem consigo ser eu completo.

Ando pelos caminhos, tentando reconhecer o lugar.
Mas só vejo sombras de algo que vivi. 
Sem sentir nada, sem sentir a vida que me chamou.

Quero ser como antes...
... mas nem sei o que agora sou!

Nenhum comentário:

Postar um comentário